(pt) Itália, Cub Trasporti, Milão: "Não está à venda": Presidium em Linate em 18 de janeiro (ca, de, en, fr, it)[traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Terça-Feira, 25 de Janeiro de 2022 - 09:38:07 CET


Milão, 18 de janeiro de 2022 - A anunciada guarnição de trabalhadores organizada 
pela Confederação-Cuba unitária de base ocorreu hoje em Linate para protestar 
contra as escolhas feitas pela Sea, 54% ainda detida pelo Município de Milão e 
por uma parte do fundo privado F2i, que também tem participações em outros hubs 
do território nacional. Escolhas realizadas de forma unilateral e que, até o 
momento, prevêem a demissão de 60 funcionários do setor de TI. ---- Apesar dos 
acordos anteriormente assinados por todos os sindicatos, com base no que foi 
assinado pelos trabalhadores em causa, para os quais 400 trabalhadores irão para 
a reforma antecipada e outros 150 para o êxodo voluntário, a direcção da SEA 
pretende confirmar a decisão de deixar alguns dos trabalhadores domésticos, bem 
como do sector das TIC.

Gianni Cervone, Cub Trasporti Linate-Malpensa, falou hoje de um "assassinato 
perfeito" ocorrido pela empresa, que com as últimas decisões marca "o início do 
fim do Mar", empresa que ao longo dos anos deu emprego, dividendos e cujos 
trabalhadores devem ser protegidos por seu acionista majoritário, o Município de 
Milão.

Se os 60 trabalhadores ict forem vendidos sem serem reintegrados na SEA, em 
violação do artigo 2112.º de proteção dos trabalhadores em caso de transferência 
de unidade de negócio, então este projeto de downsizing deve ser interrompido. O 
risco real é que, depois desses trabalhadores, outros sejam deixados em casa a 
partir de amanhã.

Depois de uma entrevista obtida por uma delegação com o diretor do Mar, Cervone 
infelizmente confirmou a intenção da empresa de não se afastar do plano 
industrial planejado: "O Mar deve ser mais enxuto e flexível no futuro - disse o 
diretor. que mudou e vai mudar e, portanto, deve reduzir o tamanho".

"Está claro que eles nos escolheram como picareta para garantir que a Sea reduza 
cada vez mais a tentativa de privatização nos próximos anos. Neste momento - 
comenta Cervone - resta-nos apenas duas opções, uma política e outra sindical, 
por isso enviaremos uma greve de 24 horas dos trabalhadores do Mar, também em 
vista da discussão sobre o tema anunciada para o final de janeiro.

https://www.cub.it/index.php/193-notizie/14880-not-for-sale-presidio-a-linate-del-18-gennaio


Mais informações acerca da lista A-infos-pt