(pt) [Grécia] Em Atenas, milhares de pessoas protestam em memória da revolta estudantil de 1973 contra a junta militar By A.N.A.

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quinta-Feira, 25 de Novembro de 2021 - 07:32:48 CET


Milhares de pessoas manifestaram-se nesta quarta-feira (17/11) em Atenas, sob 
forte presença policial, para marcar o 48ª aniversário da revolta estudantil em 
1973 que provocou dezenas de mortos e assinalou o princípio do fim da ditadura 
dos coronéis na Grécia. A marcha foi muito maciça. Especialmente maciço foi o 
"bloco negro". ---- O governo mobilizou cerca de 7.000 polícias na capital, para 
assegurar a proteção de edifícios governamentais e efetuar controles preventivos, 
em particular na zona de Exarchia, bairro onde se situa a Universidade 
Politécnica de Atenas e palco de confrontos regulares entre grupos anarquistas e 
a polícia.
O tráfego foi bloqueado nas ruas próximas da universidade e fechadas algumas 
estações de metrô situadas no percurso da marcha até à embaixada dos EUA.

No início da noite anarquistas atacaram a polícia em Exarchia. Também foram 
verificados protestos de rua em outras cidades gregas nesta quarta.

Um pouco de história

Entre 14 e 17 de novembro de 1973 registrou-se uma rebelião estudantil na 
Universidade Politécnica de Atenas, incluindo com a transmissão de notícias via 
rádio à população, esmagada pela irrupção de tanques e forças policiais no 
recinto. No entanto, esta ação assinalou o início do fim da "Ditadura dos 
Coronéis", que caiu em julho de 1974 após sete anos no poder.

Na lista de mortos na Politécnica de Atenas, elaborada após o fim da ditadura, 
incluem-se os nomes de 55 pessoas, apesar de o balanço oficial indicar 24 vítimas 
mortais.

Conteúdo relacionado:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2021/11/16/grecia-1973-2021-luta-contra-o-poder-e-a-exploracao/

agência de notícias anarquistas-ana


Mais informações acerca da lista A-infos-pt