(pt) France, cnt-ait: Contra a guerra civil global, precisamos de uma revolução social no mundo! (ca, de, en, fr, it)[traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quarta-Feira, 19 de Maio de 2021 - 07:29:06 CEST


Desde 12 de maio de 2021, a população civil de Gaza está sofrendo uma atroz 
agressão militar. Vimos também em Israel cenas de linchamento insuportáveis. ---- 
Não é a primeira vez na história, nem o único lugar do mundo, que civis, mulheres 
e crianças são massacrados por uma potência culpada de crime contra a humanidade. 
Agora, por exemplo: ---- De acordo com dados oficiais (FAO), 25.000 pessoas, 
incluindo 10.000 crianças, morrem de fome todos os dias! ---- Na Colômbia, desde 
28 de abril, o exército, a polícia e bandos paramilitares assassinam impunemente 
as pessoas que se revoltam contra a injustiça social. ---- Em Rojava, os 
revolucionários do Norte da Síria, abandonados por todos os «Estados 
democráticos», vão sozinhos contra o exército turco e os islamistas genocidas.
No Iêmen, Xinjiang, Birmânia, Síria ou Venezuela, as populações são deslocadas 
aos milhões, torturadas ou mesmo massacradas em uma indiferença quase geral.
Todos esses atos de barbárie são perpetrados por Estados e políticos que apóiam 
um sistema capitalista que está lucrando com nossos sofrimentos.

O vasto movimento de solidariedade que se manifesta com as vítimas dos 
bombardeamentos na região de Gaza não deve esquecer que todas as ideologias 
utilizadas pelo poder, nomeadamente o nacionalismo e as religiões, são 
precisamente os pilares desta lógica assassina, que leva as pessoas a matarem-se 
em benefício de os líderes deste mundo.

A atual solidariedade com os habitantes de Gaza deve se registrar ao lado de 
todas as revoltas populares que abalam o planeta, de Hong Kong ao Sudão ou 
Argélia, do Chile aos coletes amarelos na França, e que se estendem em uma vasta 
luta global contra um sistema social assassino . Fazendo isso, nossa 
solidariedade será ainda mais forte e formidável.

Prevenir massacres em Gaza, como em qualquer outro lugar, é lutar por um mundo 
sem país nem fronteiras. É por isso que também saudamos nossos amigos israelenses 
que se opõem à guerra e se recusam a trazer o uniforme das FDI, saudamos nossos 
companheiros colombianos que lideram uma luta admirável contra seu estado 
corrompido; Saudamos os nossos amigos de Rojava que lutam contra a barbárie 
genocida e, de um modo mais geral, saudamos todos aqueles que, em toda a parte, 
defendendo sem concessão a Paz e a Liberdade, se encontram fraternalmente unidos 
além das fronteiras.

Abaixo todos os exércitos, abaixo todos os estados!
Em Bogotá ou Gaza: mesmo poder, mesma luta
PODER = ASSASSINO!
Alguns ativistas da CNT-AIT França

http://cnt-ait.info/2021/05/13/civil-war


Mais informações acerca da lista A-infos-pt