(pt) uniao anarquista UNIPA: Saudações ao COPOAP! Viva o Anarquismo Revolucionário em Portugal!

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Terça-Feira, 18 de Maio de 2021 - 08:19:29 CEST


A resistência frente a miséria econômica e política é um ato de bravura e 
esperança. Quando a vida parecer arruinar sob os escombros dos trabalhos 
precários, da repressão estatal, do higienismo habitacional racista e xenófobo, 
da mercantilização dos serviços públicos, construir o anarquismo revolucionário 
abre uma nova porta dos caminhos da libertação. E é das lutas mais enérgicas que 
nascem os melhores filhos da revolução! ---- Por isso, desde o campo bakuninista 
saudamos com muito entusiasmo a fundação do Comitê Pró-Organização Anarquista em 
Portugal - COPOAP! A iniciativa dos camaradas aponta para aquilo que o anarquismo 
precisa voltar a ser: uma organização com responsabilidade coletiva, com unidade 
teórica, tática e estratégica capaz de influenciar decisivamente o movimento 
revolucionário da classe trabalhadora.

Nosso tempo é precioso demais para cairmos nos desvios liberais e ecletistas do 
anarquismo. "Anarquismo não é uma utopia bonita, nem uma ideia filosófica 
abstrata", como ensina o grupo Dielo Trouda. Já conhecemos o atoleiro 
culturalista, individualista e educacionista em que isso leva. "Para não ter 
protestos em vão, para sair deste antro estreito", devemos ter paciência e 
empenho para ir ao povo e trilhar um sério trabalho militante, enfrentando todas 
as contradições com uma organização consistente, coerente, duradoura e eficaz.

Porém, não basta a mera organização dos anarquistas. Afinal, nos organizamos com 
qual objetivo finalista? Percorreremos quais caminhos até este destino? Com base 
em qual teoria? Com qual disposição de luta? Para a Unipa, faz sentido existir 
uma organização anarquista quando ela pensa e age para unir o povo, para resolver 
os problemas fundamentais do poder, para romper a colaboração de classes, para 
combater sem vacilo os reformistas e, finalmente, para esmagar os pilares do 
Estado, do capitalismo e sua repressão.

Mas não nos enganamos: são as massas que fazem a revolução e estas que devem 
tomar o poder, seja qual for as ideologias presentes. Por isso a pluralidade é 
pré-condição para existência dos movimentos de massa, um princípio fundamental do 
sindicalismo revolucionário. Aos anarquistas, cabe o papel de amigos do povo, 
atuando enérgica e cirurgicamente para agitar, propagandear e organizar as 
condições de vida ou morte para a ruptura revolucionária socialista. Ou como 
vocês dizem: devemos ser as mãos das massas!

Desde o Brasil, enviamos um caloroso abraço aos irmãos internacionais do Copoap! 
Vocês não estão sozinhos, contem conosco. Reforçamos o chamado para construirmos 
uma rede anarquista internacional. Em cada território do globo onde houver 
exploração e opressão, lá devemos estar para quebrar estes grilhões!

Viva o COPOAP!

Liberdade ou Morte!

Bakunin Vive e Vencerá!

Avante o anarquismo revolucionário!

Acesse seu site e siga o Copoap nas rede sociais:

https://embate-copoap.weebly.com/ |https://www.facebook.com/embatecopoap

copoap  protonmail.com

https://uniaoanarquista.wordpress.com/2021/05/10/anarquismo-portugal/#more-3427


Mais informações acerca da lista A-infos-pt