(pt) Fórum Anarquista Especifista - FAE: Lutas negras pelo trabalho e por Vida Digna!!!

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Segunda-Feira, 10 de Maio de 2021 - 10:22:41 CEST


Neste mês de Maio, dos Trabalhadores e das Trabalhadoras e também da Abolição, o 
Fórum Anarquista Especifista - Bahia convida todas as pessoas para discutir os 
processos de luta da população negra contra as adversidades do capitalismo, da 
perda de direitos, da exploração e da precarização da vida neste contexto de 
pandemia. Contaremos com a participação do Mestre Caciano, liderança quilombola 
da Comunidade Lagoa Grande de Feira de Santana. ---- Ms. Caciano ajudou a fundar 
o Sindicato de Trabalhadores Rurais de Feira de Santana nos anos 1970, contribuiu 
na lutas pela retomada das terras ao lado MST, dos anos 2000 até os dias de hoje 
favorece a organização da população quilombola, trabalha na frente de 
cooperativas rurais, e mais recentemente articula a Comunidade Quilombola Lagoa 
Grande com a Teia dos Povos.
Para nós, trabalhadores e trabalhadoras negras, o 1º de Maio é dia de 
Solidariedade e de Luta, e o dia 13º de Maio de Conquista. A narrativa histórica 
dos de cima quer converter o dia 1º de Maio como o dia da dignidade ao trabalho, 
quer nos roubar a memória das lutas e das conquistas que classe trabalhadora 
arrancou do capital; quer nos roubar a memória também sobre um 13º de maio, 
iventando uma dádiva da branca, áurea, princesa Isabel. A escravidão ruiu, 
sobretudo, pelas lutas da população negra, pelas fugas em massa, pela rejeição do 
trabalho emcativeiro e pelas constantes revoltas populares. É importante que 
lembremos sempre que foi a luta dos trabalhadores e trabalhadoras escravizadas 
que forçou os de cima a abolir o sistema da escravidão. Entretanto, se o fim da 
escravidão foi uma conquista,a abolição, que continua inacabada, sem direitos, 
sem reforma agrária, sem devidas indenizações pelo sofrimento no cativeiro. Isso 
deixou consequências sociais até os dias de hoje para a população negra. A classe 
dominante, branca, vive o mesmo padrão de vida desde do período colonial, e nós 
continuamos marginalizados nos sub-empregos, nos lugares de moradia, e na vida 
precária. Para o fim desses dias, só a revolta popular escreve na história a 
justiça social!
Sábado, 8 de maio, às 20 hs no https://instagram.com/faebahia
Lutas pela terra! Lutas pelo Trabalho, Lutas por Vida Digna, Lutas pelo Poder 
Popular!

https://www.facebook.com/faebahia/posts/3888743151161065


Mais informações acerca da lista A-infos-pt