(pt) Movimento de Organização de Base - Rio de Janeiro - Celebrar e lutar: 8 de março anuncia o nosso caminhar

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quarta-Feira, 17 de Março de 2021 - 06:46:57 CET


Todo dia 8 de março é dia de celebrar o legado vivo das mulheres que somos e das 
que passaram pelo curso da vida, deixando legados vivos no nosso presente. É dia 
de trazer à memória a força daquelas mulheres, irmãs, tias, mães, avós, vizinhas, 
companheiras de luta que nos fortalecem para continuar todas as inúmeras lutas da 
nossa caminhada, mesmo em momentos difíceis de nossas trajetórias individuais e 
coletivas. ---- Aprendemos por referência, aprendemos juntas, aprendemos em 
comunhão, aprendemos a lutar de braços dados, descobrimos assim nossa força, 
nossas mentes atentas e nossos pés no chão. ---- É dia de celebrar, é dia de 
lutar. É dia de reafirmar o direito à vida, ao respeito de nossos corpos, o 
respeito a quem somos e tudo aquilo que construímos em nossas caminhadas. Somos 
as netas de indígenas que  estão vivas em nossa pele e nos traços dos nossos 
rostos. Somos as camponesas de outrora que tiveram que deixar o cultivo da terra 
para viver nos núcleos periféricos da cidade. Somos as curandeiras que sabem com 
a inteligência do sentir. Somos as mulheres pretas que resgatam a cada passo, a 
força de resistência vinda de sua ancestralidade. Somos o legado vivo das que 
vieram antes de nós! Das que lutaram por nossa vida e pela possibilidade de nossa 
existência e dignidade. Somos as que construíram e continuam a construir 
ferramentas de luta.
Somos as que escreveram a lei Maria da Penha, as que se organizam acolhendo suas 
irmãs feridas pela violência masculina para restabelecer-lhes o brilho da vida. 
Somos as que denunciam os próprios companheiros para libertar-se da opressão 
sentida na pele. Somos as que produzem ciência mesmo em tempos de negacionismo 
onde a ciência é ignorada por conta de interesses egoístas de pequenos grupos.
Somos as que abrem o tempo em que a voz dos povos será a lei e que a segurança 
das mulheres e de seus territórios trará uma vida mais bonita e abundante para 
todos os seres que vivem  na terra.
Somos as que destroem o silêncio que cala toda a dor e toda a violência produzida 
há séculos. Somos as que colocam à luz do sol os sonhos de uma vida nova! Somos 
as mães que desejam ver seus filhos nutridos e usufruindo de uma educação que 
lhes dê potência de ser e criar no mundo.
Somos as que trazem nas mãos as sementes de uma vida digna, segura e feliz e a 
plantamos todos os dias em que despertamos para o dia de vida que nos espera.
Somos árvores de raízes profundas e que juntas, ombro a ombro, constroem hoje um 
novo mundo. Nesse mundo não haverá tirania, porque somos como o sol da manhã, a 
nutrir a vida.

https://www.facebook.com/organizacaodebaserio/posts/850268908889222


Mais informações acerca da lista A-infos-pt