(pt) Union communiste libertaire Orléans: Sim para vacinação / Não para #PassSanitaire Trato da UCL Orleans (ca, de, en, fr, it)[traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Segunda-Feira, 26 de Julho de 2021 - 08:28:28 CEST


600 a 700 pessoas marcharam nas ruas de Orleans no sábado, 17 de julho, contra o 
passaporte de saúde. Ao contrário do que alguns querem fazer crer, este evento 
não foi um evento anti-vacinal. ---- Se alguns tentaram programar uma 
manifestação na Place du Martroi retransmitida pela extrema direita incluindo Les 
Patriotes, a iniciativa da CGT de programar outra manifestação permitiu 
esclarecer as demandas e extinguir todas as inclinações de recuperação dos 
reacionários de todos os cabelos . Para a UCL, está fora de questão em nossas 
manifestações ver o florescimento de cartazes ou discursos anti-semitas ou 
fascistas ou comparar a situação dos não vacinados à Shoah ou ao regime do 
apartheid. É uma forma de racistas e anti-semitas de todos os matizes 
apresentarem suas teses.
A União Comunista Libertária (UCL) lembra que continua apegada à vacinação, 
porque é um meio eficaz de combate à epidemia de COVID 19. Por isso exigimos o 
levantamento das patentes de vacinas para o acesso mundial a esta. Continuamos 
contra o estabelecimento de um controle quase permanente das identidades em 
muitos lugares da vida.
É por todos esses motivos que estávamos na rua
Esse autoritarismo é a demonstração de sucessivas falhas desde o início desta 
epidemia e durante anos nas políticas públicas de saúde. o estado, perdendo toda 
a credibilidade, não conseguiu convencer a população a se vacinar.
É com esse mesmo autoritarismo que o governo também pretende aprovar o projeto de 
reforma previdenciária e reiniciar a reforma do seguro-desemprego. A denúncia do 
colapso social do governo foi aplaudida durante a manifestação em Orléans.
Continuaremos a participar desses protestos enquanto eles permanecerem nesta 
linha. A expressão popular de uma emancipação social que deve levar à retomada do 
nosso destino e, em primeiro lugar, ao controle dos hospitais públicos através da 
autogestão do nosso sistema de saúde e da produção de vacinas e medicamentos.

UCL Orléans, 22 de julho de 2021

https://www.facebook.com/UCLOrleans/posts/1500605216943820


Mais informações acerca da lista A-infos-pt