(pt) Spain, CNT, Aranjuez: Número 35 do AlTajo dezembro 2021 (ca, de, en, fr, it)[traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sexta-Feira, 31 de Dezembro de 2021 - 09:49:35 CET


Abrimos este 35º número do AL TAJO, o último do ano de 2021, com a declaração da 
Secretaria Permanente do Comitê Confederal da CNT no dia 25 de novembro, Dia 
Internacional contra a violência de gênero, intitulada Não só as mulheres 
assassinadas. ---- Segue abaixo uma reportagem com o título O grande golpe do 
mercado elétrico, em que Rodrigo Irurzun, especialista em tecnologia energética, 
nos leva aos meandros do sistema elétrico de nosso país. ---- O terceiro texto 
que publicamos, da obra do antropólogo Ángel Mora Castillo, é A História de uma 
Memória Prejudicada, que recolhe os vestígios mais significativos do processo de 
colectivização de indústrias e serviços ocorrido no município de Alcoy (Alicante) 
nas décadas de 1920 e trinta do século passado. Um processo em que a CNT teve 
papel de destaque.

A seguinte obra, Severino Di Giovanni, de Fernando Barbero, trata da vida e da 
ação deste anarquista ítalo-argentino nascido no início do século XX, que 
representou as duas formas de conceber a agitação popular: a propaganda pelo 
fato, e que tentava divulgar a Ideia imprimindo e distribuindo livros e panfletos.

No artigo Da "potência do pecado" ao "Estado forte", Roberto Pradas nos remete 
aos primeiros anos do franquismo e destaca a influência da época das teorias do 
nacional-socialista alemão Heinrich Stackelberg, membro do Friburgo Faculdade de 
Economia, com quem buscou suporte teórico para corrigir os excessos 
intervencionistas do nacionalismo de Franco.

Já nas páginas de conteúdo cultural, publicamos uma breve crônica do Encontro do 
Filme Libertário de 2021 de Lobalopez.

Na seção de livros, junto com os comentários de três livros publicados 
recentemente, está incluído Aviso aos marinheiros: "reclamantes", "preguiçosos" e 
"pessoas descartáveis", resenha de Roberto Pradas ao livro de Jessica Bruder 
Nomad Country. Sobreviventes do século 21.

E depois dois poemas: Era uma vez um reino, de Gonzalo Yolanda; e As botas dos 
conquistadores, de Caterina Gogu, traduzido e comentado por Yanis Merinakis. Este 
número fecha o texto O Arquivo do Poeta Jesús Lizano em Aranjuez, de Cristian VR, 
no qual se observa que, desde setembro passado, a CNT Aranjuez vem trabalhando na 
categorização e classificação dos documentos do poeta Jesús Lizano, que faleceu 
em maio de 2015, para posterior classificação no arquivo FAL.

https://www.cnt-aranjuez.org/numero-35-de-altajo/


Mais informações acerca da lista A-infos-pt