(pt) [Espanha] A CGT assegura que a votação do acordo alcançado pela CC.OO e pela UGT para o acordo dos metalúrgicos em Cádiz foi uma farsa By A.N.A.

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Domingo, 26 de Dezembro de 2021 - 08:45:11 CET


Os anarcossindicalistas asseguram que manterão as mobilizações no setor e apelam 
a toda a sociedade para que continue a apoiar a luta desses trabalhadores. ---- A 
Federação dos Sindicatos Metalúrgicos da Confederação Geral do Trabalho 
(FESIM-CGT) emitiu um comunicado para denunciar que em mais de cem empresas do 
setor metalúrgico em Cádiz - cujos trabalhadores estão em greve por condições 
dignas de trabalho - o pré-acordo não foi colocado à votação, e em muitas outras 
os trabalhadores consideraram que os resultados obtidos foram manipulados e que 
não foi permitido o voto de toda a força de trabalho.
A CGT, além de considerar estes fatos muito graves, também torna público seu 
desconforto com o que aconteceu nas últimas horas em relação à forma como estas 
votações foram realizadas nas empresas do setor, a fim de cancelar as 
mobilizações e a greve por tempo indeterminado desde 16 de novembro.

A organização negra-vermelha informa sobre o crescente número de trabalhadores 
que se queixam da falta de consultas que os dois sindicatos do regime, CC.OO e 
UGT, têm realizado em suas empresas. Ao mesmo tempo, há pessoas que estão 
denunciando manipulações nas votações realizadas em seus respectivos locais de 
trabalho, onde a atividade industrial começou antes mesmo da assembleia relevante 
e da votação subsequente.

A FESIM-CGT também denuncia a velocidade "suspeita" com que as votações foram 
feitas, afirmando que "o acordo foi alcançado tarde na quarta-feira 24, e em 
apenas 10 horas, sem que a força de trabalho tivesse informações suficientes, a 
votação já estava sendo feita". É por isso que os anarcossindicalistas afirmaram 
que se tudo isso fosse verdade, esta seria uma situação extremamente grave, pois 
significaria que o acordo alcançado em 24 de novembro para pôr um fim à luta dos 
metalúrgicos em Cádiz não teria qualquer validade.

A CGT quer enviar uma mensagem muito clara a esses trabalhadores e à sociedade 
como um todo: "Se as informações que nos chegam se revelarem verdadeiras, os 
trabalhadores não podem ficar parados e em silêncio, pois é seu direito de voto 
que está sendo violado por aqueles que afirmam representá-los". Além disso, a CGT 
insiste que esta atitude dos grandes sindicatos amarelos reforça ainda mais a 
posição desta organização sindical, que desde o primeiro momento se posicionou 
contra este acordo.

A organização anarquista exige que estes sindicatos signatários, cúmplices do 
poder e dos patrões, mostrem publicamente os registros de votação de todas estas 
empresas do setor, já que esta seria a única maneira de corroborar que eles não 
têm agido nas costas da classe trabalhadora afetada neste setor.

Fonte: 
https://cgt.org.es/cgt-asegura-que-la-votacion-sobre-el-acuerdo-alcanzado-por-cc-oo-y-ugt-para-el-convenio-del-metal-en-cadiz-ha-sido-un-montaje/

Tradução > Liberto

Conteúdos relacionados:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2021/12/03/espanha-video-isto-e-guerra-de-classes-a-policia-de-choque-espanhola-invade-a-cidade-de-cadiz-como-um-exercito/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2021/11/29/espanha-cadiz-um-grevista-nao-e-um-terrorista/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2021/11/17/espanha-greve-do-metal-na-baia-de-cadiz/

agência de notícias anarquistas-ana


Mais informações acerca da lista A-infos-pt