(pt) Argentine: Assembleia de bairro de Jujuy - O Coordenador da Organização Popular esteve hoje presente no Tribunal de Contravenções [traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sábado, 18 de Dezembro de 2021 - 09:04:01 CET


O Coordenador da Organização Popular esteve hoje presente no Tribunal de 
Contravenções denunciando e repudiando a perseguição e criminalização do Governo 
de Gerardo Morales contra nossas organizações sociais e nossos companheiros. ---- 
Chega de perseguir e intimidar os lutadores populares!  ---- Da Coordenadoria de 
Organizações Populares de Jujuy, integrada pela Frente de Organizações em Luta, 
Polo Obrero Tendencia, Rebelión Popular, Movimiento Resistencia Popular e FOB La 
Libertaria, queremos denunciar à opinião pública e às organizações em geral a 
grave situação de criminalização e perseguições políticas de que nós, lutadores 
sociais, somos vítimas.
Esse quadro da situação não é novo em Jujuy, onde o uso punitivo de contravenções 
chega a ser apresentado pendurando uma foto de uma vítima de feminicídio nas 
grades do governo e onde a justiça funciona como um escritório a serviço do 
executivo, porém, vemos um recrudescimento desta realidade que consideramos, é 
necessário detalhar.
Como precedente imediato, ontem no dia da rejeição do acordo com o FMI, dia 
nacional e massivo em todas as partes do país, onde Jujuy não foi exceção, muitas 
organizações e milhares de camaradas se reuniram na praça central de San Salvador 
para participar do dia. Nesta ação da mais ampla unidade, de forma totalmente 
desavergonhada e persecutória, foi feito um ato de intimidação contra 4 
camaradas, todos os membros das organizações nucleadas no Coordenador, em um 
claro exemplo de assédio e caça aos nossos companheiros. Em uma manifestação de 
mais de 6 mil pessoas, as forças de segurança compareceram diretamente a esses 
camaradas, valendo-se dos instrumentos inconstitucionais de Gerardo Morales.
Por sua vez, esta última operação de ontem é a continuidade dessas mesmas 
ilegalidades que nos foram aplicadas nas últimas semanas. Neste dia, sexta-feira, 
10, dois dos nossos camaradas foram formalmente notificados de que são acusados 
de crimes de contravenção por terem perturbado a paz social. Isto após o 
exercício do direito de legitimar o protesto na quinta-feira, de forma totalmente 
pacífica e dentro das liberdades de expressão contempladas na própria constituição.
Tudo isso é ainda mais agravado pelos repetidos cartões de notificação de 
diferentes ministérios, a presença constante de funcionários de Morales que 
parecem "controlar" nossos espaços dia após dia, permanecendo neles de forma 
totalmente provocativa e ameaçadora. Isso tem ocorrido em instâncias comunitárias 
como refeitórios, oficinas para crianças, aulas de apoio, entre outros.
Dada esta clara intenção do Executivo provincial de nos tornar alvo de toda a sua 
violência institucional e de continuar e aprofundar a perseguição política aos 
nossos camaradas, queremos denunciar e repudiar energicamente a gravidade destes 
acontecimentos. Além de responsabilizar diretamente Gerardo Morales pelas 
consequências desta caçada política.
O governo Morales tenta intimidar o movimento operário e popular dos bairros por 
sua própria incapacidade. Invitavelmente, este ataque reforça nossa luta contra 
todas as nossas reivindicações genuínas e uma maneira de iniciá-las.
Não à criminalização do protesto! não à perseguição política aos lutadores sociais!
Pela anulação de todas as causas de lutadores!
Coordenador de Organizações Populares de Jujuy:
Frente de Organizações de Luta, Polo Obrero Tendencia, Rebelião Popular, 
Movimento de Resistência Popular e FOB La Libertaria.
Adesões a
prensa.coordinadorajujuy  gmail.com
Vocerxs

https://www.facebook.com/asambleade.vecinxs.9/posts/1065839010880826


Mais informações acerca da lista A-infos-pt