(pt) Solidaridad Obrera: Aviso 100 do Soli no Metro de Madrid - COMITÊ DE SAÚDE E SEGURANÇA 02/12/21

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Terça-Feira, 14 de Dezembro de 2021 - 08:53:37 CET


Apesar de ter sido realizada em dezembro, esta foi a sessão plenária do mês de 
novembro, deslocada pela falta de planejamento desta, nossa empresa. Como sempre, 
ninguém agiu sobre o fechamento do principal ponto de encontro, a sede de 
Cavanilles. Já as sessões plenárias, e outras reuniões semelhantes, são 
realizadas no auditório de Canillejas, que tem a maior parte dos dias reservados. 
---- Partimos dos pedidos de medidas COVID, a possibilidade de reverter as salas 
de formação à capacidade normal, deixando claro que, com a utilização correta e 
continuada do FFP2, a par de um reforço na sinalização desta obrigação, parece 
suficiente. Com as nebulizações, e dadas as conclusões científicas sobre a 
baixíssima probabilidade de contágio por "superfícies", foi aprovada a suspensão 
das nebulizações, mantendo-se a limpeza e desinfecção, além do fornecimento de 
produtos desinfetantes no local de trabalho. Tendo em vista a intenção de 
cancelar a escalada de plantão, "se tudo correr bem", a empresa foi informada que 
esse prazo é muito relativo, e que ainda estamos aguardando a implantação do 
semáforo de risco, com base na carta de setembro 2020, da Solidariedade dos 
Trabalhadores, que foi baseado nas recomendações da Universidade de Harvard. Os 
problemas causados por essa escalada do ciclo curto se devem à aplicação tortuosa 
desta seção, que encontrou nesta medida preventiva uma desculpa para suas medidas 
produtivas.
                 A pesquisa sobre hérnias inguinais, concluiu na necessidade de 
buscar soluções na seção de Bogies. Solicitaremos avaliações dos trabalhos que 
envolvem mais esforço excessivo, para encontrar soluções para este problema.
                   Após os testes de Fuencarral, as obras de ampliação e melhoria 
do acesso aos boxes sob a pista continuarão no maior número possível de boxes. 
Diante do pedido de estabelecimento de condições mínimas para futuras fossas, 
responderam que sim, que já, um dia.
                 Está em curso a homologação das equipas de trabalho, conforme RD 
1215/97. O material circulante é o que tem mais trabalhos pendentes, pelo que 
sabemos. Incentivamos qualquer trabalhador a comunicar qualquer dúvida quanto à 
homologação de suas ferramentas de trabalho, principalmente aquelas fabricadas 
"em casa".
                 Das bandoleiras, como das roupas térmicas, nos responderam que 
vão chegar, sim, quando for outro assunto. É curioso como as duas medidas vêm 
sendo solicitadas há mais de um ano, para fazer frente aos problemas relacionados 
à pandemia e, mesmo assim, não chegarão a tempo.
                 Em relação à segurança ferroviária, verificamos novamente que 
não temos nem mesmo um padrão mínimo para as condições dos veículos que trafegam 
em nossa rede, sem iluminação, sem sinais acústicos, sem condição das rodas, 
nada. O bom é que nenhuma polícia municipal pode nos multar por não passarmos no 
ITV, ou por pegarmos um veículo perigoso, é bom não ter mínimos, que vale tudo.
             Diante da questão dos walkies nas cabines por necessidade em caso de 
incidentes entre estações, a empresa voltou a sair pelas peteneras, falando de 
uma sentença de 2010. Pena que não quiseram falar sobre os motivos (e os dinheiro 
desperdiçado), o que permitiu que fosse realizada a retirada desses elementos 
desses estandes, sendo, aparentemente, fruto de arrogância corporativa: "Ganhei, 
agora você vai entrar debaixo do matraquilhos."
                 Em relação à compra e fornecimento de equipamento de proteção 
respiratória de pelo menos dois tamanhos, informam que os contratos foram 
anulados. Se quiséssemos pensar mal, veríamos uma certa semelhança com a 
comunicação do Serviço de Prevenção, em que nos diziam que não existiam estes 
tamanhos. Pena que a Internet nos permitiu verificar a verdade, e demonstrar, 
mais uma vez, que o impossível nesta empresa é a recusa ao trabalho, mal disfarçada.
                 Por fim, foi solicitado o documento final do "Relatório de 
utilização dos veículos", que após a atualização do IG-07, deverá ser um 
documento mais útil, que indique perfeitamente os pontos a serem verificados 
nestes veículos, e a sua frequência.
Madrid, 10 de dezembro de 2021
Por Solidaridad Obrera
The Union Board

https://www.facebook.com/Soliobrera/posts/4354860084643755


Mais informações acerca da lista A-infos-pt