(pt) el miliciano cnt-ait chiclana: SOV Madrid CNT-AIT: Campanha "Há sangue no meu café" (ca, de, en, it)[traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quarta-Feira, 25 de Agosto de 2021 - 09:25:47 CEST


Do Sindicato de Vários Ofícios, nos juntamos à Campanha Há Sangue no meu café 
iniciada pela CNT-AIT francesa em colaboração com a ULET-AIT e os Anarquistas do 
Chifre da África. ---- Em meio à indiferença geral, o exército da Etiópia e da 
Eritreia, junto com suas milícias aliadas, está cometendo genocídio em Tigray. A 
ONU estima que cerca de 350.000 pessoas estão sendo afetadas pela fome causada 
pelo conflito armado, e em breve poderá chegar a 2 milhões. Numerosos relatórios 
de organizações de direitos humanos mencionam as atrocidades cometidas por esses 
exércitos, destacando os numerosos casos de estupro.
Por outro lado, na Colômbia, a Polícia Militar (ESMAD) e os esquadrões da morte 
massacram a população que se revolta contra a pobreza e a corrupção. Desde o 
início da revolta em 28 de abril, mais de 70 pessoas foram mortas pela polícia e 
2.300 ficaram feridas. Organizações de direitos humanos relataram uma centena de 
casos de violência, sequestro, agressão sexual e estupro cometidos por policiais 
e paramilitares contra manifestantes.

Com a compra do café da Colômbia ou da Etiópia (até mesmo dos chamados "pequenos 
produtores"), estamos financiando esses dois estados que massacram uma população 
que exige mais liberdade e mais justiça social.

QUE POSSO FAZER?

Individualmente, posso parar de comprar café colombiano ou etíope, manter-me 
informado e compartilhar essas informações. Posso imprimir adesivos de boicote e 
colocá-los em sacos de café em lojas e supermercados.

Coletivamente, podemos iniciar grupos de solidariedade, para relatar o que está 
acontecendo e estender o boicote por meio de panfletos, banners, etc. Podemos 
organizar piquetes informativos em frente às cafeterias, principalmente de 
multinacionais que estão entre os maiores compradores de café, a fim de 
conscientizar seus consumidores e trabalhadores.

Ao expor as políticas genocidas na Colômbia e na Etiópia, podemos ajudar a conter 
o nível de violência. No entanto, devemos estar cientes de que somente um 
movimento popular, das pessoas que habitam essas regiões, terá a capacidade de 
deter a violência do Estado, derrubando-o e substituindo-o por uma sociedade 
autogestionária baseada na liberdade e na igualdade.

Cada passo, por menor que seja, é uma contribuição positiva para a solidariedade 
internacionalista contra todas as formas de totalitarismo.

JUNTAR-SE!

Para saber mais sobre o que está acontecendo na Colômbia e Tigray, recomendamos:

@ULETsindical - Facebook, Twitter e Instagram

@HornAnarchists - Twitter

#TigrayGenicide #StopExecutingTigrayans #SOSColombiaNosEstanMatando #ParoNacional

Site da campanha:

www.bloodycoffee.org

Campanha iniciada pela seção francesa da Associação Internacional de 
Trabalhadores (AIT) em apoio à ULET-AIT (Colômbia) e aos Anarquistas do Chifre da 
África.

http://elmilicianocnt-aitchiclana.blogspot.com/2021/08/sov-madrid-cnt-ait-campana-hay-sangre.html


Mais informações acerca da lista A-infos-pt