(pt) levante cnt-ait: Conflito contra NAFTRAN Cartagena (ca, it)

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021 - 10:35:24 CEST


A CNT-AIT de Cartagena inicia um conflito sindical por violação de direitos 
fundamentais, direito a indenização e demissão disciplinar contra a empresa 
transportadora de gás natural liquefeito com centro de trabalho em Cartagena, 
NAFTRAN. ---- Um regime ditatorial é caracterizado por ser um sistema vertical 
onde um tirano tem o poder de pisar e abusar dos outros, numa ditadura não 
existem direitos e a vontade do tirano é a única lei que existe e desta forma é 
quantos empresários correm seus negócios, é sua empresa e eles mandam e se você 
não gosta de "Foda-se a rua!" ---- É assim que NAFTRAN SAU trabalha com um centro 
de trabalho em Cartagena, Ctra. San Javier- Cartagena, Km, 24.3 30353, Cartagena.

O tratamento humilhante de alguns superiores para com os funcionários é uma 
prática comum que é denunciada por um colega da CNT-AIT à direção da empresa, mas 
este não presta atenção, às vezes é necessário bater nos funcionários para obter 
mais produtividade .

Poucas semanas depois, no dia 12/02/2020, a seção sindical CNT-AIT é constituída 
na empresa formada por 9 trabalhadores, mas a empresa se recusa a reconhecer o 
delegado sindical, violando assim os direitos sindicais dos nossos companheiros. 
Apesar disso, o setor sindical inicia a sua atividade e denuncia acordo 
ilegítimo, conselho de trabalho ilegítimo, assédio no trabalho e violação da lei 
do tacógrafo.

No dia 13/01/2021, a colega delegada da secção sindical recebe uma carta de 
despedimento, a empresa informa que foi confirmada a 07/01/2021 através de uma 
empresa externa, que da secção sindical fizeram o download dos relatórios do 
tacógrafo e ameaçá-los com processos criminais se os usarem.

É importante referir que estes relatórios foram disponibilizados gratuitamente à 
direcção da empresa, e depois de receberem diversas reclamações dirigidas ao 
delegado sindical da CNT-AIT pelos motoristas, denunciando a contínua pressão 
exercida sobre Para que cumprissem mais horas do que os previstos na lei 
(refletidos nos tacógrafos), eles se preparavam para fazer a denúncia pertinente 
à fiscalização do trabalho, esses relatórios iam servir de prova, e vão ser 
usados sem dúvida.

Após a destituição do colega, é eleito delegado sindical outro colega, que também 
não é reconhecido pela empresa, iniciando-se uma disputa contra a NAFTRAN por 
violação de direitos fundamentais, direito a indenização e dispensa disciplinar.

Agora o NAFTRAN terá a ver com o CNT-AIT.

https://levantecntait.wordpress.com/2021/04/06/conflicto-contra-naftran-cartagena


Mais informações acerca da lista A-infos-pt