(pt) [Cuba] Primeira convocatória para a 5ª Jornada Primavera Libertária de Havana -- De 6 à 14 de junho de 2020 By A.N.A.

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quarta-Feira, 25 de Março de 2020 - 06:46:26 CET


Frente a um país que vive um processo de atualização de seu modelo de economia de controle social, com a invasão policial em espaços de 
liberdade que foram resgatados ou construídos dentro da sociedade, ante o renovado assédio imperial ianque, que reforça o imperialismo 
interior do Estado cubano, em meio do colapso que obriga a nos concentrarmos em um agonizante cotidiano de buscas básicas de subsistência, 
com a ameaça potencial de adoecer com cada demonstração de afeto, da tentação de assumir atitudes destrutivas, como o desespero, o ódio e a 
auto-vitimização, vão se tornando presença endêmica entre nós. ---- Um espírito antissistema vai crescendo em Cuba, com matiz 
respeitavelmente heroico, e junto a isso a ideia de que temos o direito de mudar nossos opressores. Isso, no entanto, pode se converter em 
uma faca de dois gumes, ao instaurar uma espécie de achatamento do impulso por buscar e exercer alternativas liberadoras, construir 
sociabilidades desde a autonomia e empreender projetos e ações realizáveis, a partir do que dispomos aqui e agora mesmo, do que somos e de 
realidades e espaços concretos.

A 5ª Jornada Primavera Libertária de Havana, como as anteriores desde 2013, não pretendem ser parte da suposta "onda libertária" 
anticastrista, que se agita desde as piscinas da Florida, pois sabemos que o anticastrismo conduz aos mesmos horrores e deslocamento que já 
nos trouxeram o antimachadismo e antibatistianismo, ao conceber a sociedade e as pessoas como massa tática a disposição de conspirações 
palacianas (masculinas). Tampouco esta Jornada pretende ser um mero espaço amplificador para o pedido de dispendiosos direitos para os 
poderes em bancarrota em Cuba ou para a tertúlia crítica e ociosa ao existente.

Mais proveitosas e discretas, as Jornadas Primavera Libertária, buscam ser um catalisador e prefigurador de possibilidades de autonomia, 
interdependência e liberdade das pessoas livremente associadas agora mesmo, aqui e no mundo, para criar alternativas à crise civilizatória 
em curso, desde o local, mas pensando no global. Um observatório de práticas sociais criativas, nas mãos dos que as realizam e dos que 
também sonham em fazê-las.

Esta Jornada se abre como um espaço para conectar vontades e espíritos que queiram erigir formas não autoritárias, não capitalistas, não 
patriarcais, não consumistas de convivência; para fomentar a criação e experimentação; e não eleger candidatos a opressores bons, que 
transformem nossas vidas nas nossas costas, em troca de uma submissão reciclada.

Para propor temas de intervenção, propostas de espaços, atividades, críticas e insultos, comunicar-se até 24 de maio com 
primaveralibre  riseup.net.

Centro Social e Biblioteca Libertária ABRA

FB: https://www.facebook.com/events/946933909072018/permalink/946936822405060/

Tradução > Sol de Abril

Conteúdo relacionado:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2019/09/04/cuba-mamae-ha-um-elefante-branco-no-banheiro-cronica-das-iv-jornadas-primavera-libertaria-de-havana/

agência de notícias anarquistas-ana


Mais informações acerca da lista A-infos-pt