(pt) France, Union Communiste Libertaire UCL - Chamada de unidade, Sans-Papiers, se o governo não ouvir, você deve gritar mais alto ! Depois de 30 de maio, 20 de junho! (en, fr, it)[traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Segunda-Feira, 22 de Junho de 2020 - 07:38:10 CEST


Porque eles também estavam na linha de frente durante a crise, explorados, mal alojados, detidos ou nas ruas. Porque também se trata de 
racismo e violência policial. Como os migrantes sem documentos abriram, em 30 de maio, a primeira violação do direito de manifestação. 
Porque se trata de igualdade, liberdade, solidariedade. Abaixo está a chamada unitária para demonstração no sábado, 20 de junho, à qual se 
juntou a União Comunista Libertária (UCL). ---- Os migrantes sem documentos e os migrantes estavam na linha de frente durante a crise, 
explorados nas piores condições nos setores que continuaram a mudar (limpeza, entrega, construção, serviço pessoal, catering ...) ou 
perdendo seus empregos sem desemprego parcial, retida nos CRAs, morando na rua ou acomodada em acomodações muitas vezes inseguras e insalubres.

A recusa do poder de regularizar todos os migrantes sem documentos para dar-lhes acesso aos direitos e condições que permitem combater a 
propagação do vírus, fechar centros de detenção e requisitar prédios e acomodações vazios para abrigar todos os desabrigados e pobres 
-logéEs destacou a hipocrisia de seus discursos sobre "saúde". Com sua disposição de ignorar a contribuição deles para o trabalho que tornou 
possível durante esse período de crise da saúde e permite que o país funcione todos os dias, ele voluntariamente deixa migrantes sem 
documentos explorados, sem direitos, em uma situação de desigualdade e injustiça total.

No entanto, a crise mostrou que essas medidas de justiça e igualdade também são medidas essenciais para construir uma sociedade mais unida e 
segura, incluindo os cuidados de saúde.

Em 30 de maio, em Paris, e em mais de uma dúzia de outras cidades, milhares de migrantes sem documentos estavam na vanguarda da luta contra 
os ataques às liberdades em nome de "emergências de saúde". Eles desafiaram a proibição de se manifestar ao lado de apoiadores para 
solicitar sua regularização.

Mas nenhuma resposta veio. Portanto, se o poder não ouvir, você terá que gritar mais alto ! É por esse motivo que estamos pedindo mais e 
mais manifestações em 20 de junho em todo o país !

Pela regularização de todos os migrantes sem documentos e migrantes, o fechamento de CRAs e moradias para todos ! Por direitos iguais e o 
fim da discriminação ! Pela liberdade !

Todas as cidades, todos os lugares e horários dos eventos em 20 de junho

Lista das primeiras organizações signatárias (coletivos, associações, sindicatos, organizações políticas)

Por convocação dos Coletivos de Migrantes Indocumentados e residentes dos albergues,

Bureau des Sans-Papiers, CISPM, CSP13, CSP59, CSP75, CSP Paris 20, CSP92, CSP93, CSP95, CSP d'Alsace, CSP Montreuil, CTSP Vitry, Coleção 
Schaeffer d'Aubervilliers, COPAF, Droit Devant !!, Groupe Ensemble para nossa regularização sem exceção,

A partir da Marcha Solidária,

E,

No Mediapart, o blog da Marche des Solidarités: https://blogs.mediapart.fr/marche-des-solidarites/blog

https://www.unioncommunistelibertaire.org/?Sans-Papiers-si-Le-pouvoir-n-entend-pas-il-faut-crier-plus-fort-Apres-le-30-mai


Mais informações acerca da lista A-infos-pt