(pt) Coletivo Independente de Trabalhadores de Aplicativo -- Entregadores na luta por vida digna!

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sexta-Feira, 12 de Junho de 2020 - 07:34:18 CEST


Ontem (05), em São Paulo, um grupo de entregadores de aplicativo se reuniu na Av. Paulista reivindicando mais segurança, aumento das taxas 
de entrega e o fim dos bloqueios (desligamento do usuário) injustos. O ato contou com a participação de todo tipo de entregadores e 
conseguiu trancar uma faixa da avenida. ---- Mesmo com o aumento da demanda (e dos riscos que corremos) durante a pandemia, empresas como 
Ifood, Rappi e Uber Eats continuam sem reajustar nossas taxas de entrega, e até mesmo aquele pequeno bônus de incentivo, comum no início da 
pandemia, já não existe mais. Além disso, o crescente desemprego de trabalhos formais gerou um aumento ainda maior de novos entregadores, 
que viram, como muitos de nós, o aplicativo como fonte de sustento. Assim, para os aplicativos nos tornamos cada vez mais descartáveis, e a 
sensação de que "motoboy (entregador) é mato" nunca fez tanto sentido. Vemos, a cada dia, o aumento de bloqueios injustos, pois para os 
aplicativos pouco importa o nosso lado, pouco importam os riscos e desafios de, em meio a uma pandemia, correr sem parar contra o tempo para 
entregar um pacote intacto nas mãos de um cliente, contanto que continuem lucrando. Somos peças fundamentais, mas descartáveis.

Desde o início da pandemia, nós, entregadores de aplicativo - seja de bike, moto ou patinete - assim como caminhoneiros, motoboys 
cooperativados e autônomos, bike menssengers, entre outros, fomos colocados na linha de frente da resistência ao coronavírus. Nosso 
trabalho, que já era importante, se tornou essencial para as cidades em isolamento, tudo para continuar girando a economia dos restaurantes 
e estabelecimentos que atendemos, assim como para preservar aqueles que podem (e devem) ficar em casa durante esse período. Fomos para o 
front, contando só com a sorte de não sermos contaminados e seguirmos mais um dia trabalhando para pagarmos as contas. Porém, contar só com 
a sorte não nos basta, é preciso que as empresas de aplicativo se responsabilizem pelo que devem!

Por isso, um grupo de entregadores em São Paulo criou um abaixo-assinado para que as empresas de aplicativo distribuam alimentação e álcool 
em gel para seus entregadores, e assim eles dizem:

"Seguimos fazendo as entregas no meio dessa crise do coronavírus e as empresas não nos forneceram nenhuma medida de proteção, como álcool em 
gel, máscaras ou luvas. Além disso, estamos trabalhando com fome. Pois a gente não tem como voltar para almoçar em casa, por exemplo. Corro 
o risco de levar o vírus para dentro de casa."

O abaixo-assinado, assim como o ato de ontem (05) e tantos outros que viemos fazendo, é uma forma de garantirmos melhores condições para o 
nosso trabalho e vida. Precisamos perceber que as empresas de aplicativo nos querem divididos, desorganizados e desesperados, para que 
possam seguir lucrando mais e mais em cima de nossas costas, sem que possamos reagir. Não queremos deixar de fazer entregas, mas queremos 
uma vida digna!

Afinal, assim tem falado o colega Paulo (SP):
"Como eu disse no vídeo, motoboy também é ser humano, igual todos os outros profissionais, policial, médico. A gente tem sonho, a gente 
chora, a gente tem família. A gente não é só entregador de comida."

Assine o abaixo-assinado: 
https://www.change.org/p/ifood-aplicativos-de-entrega-distribuam-alimenta%C3%A7%C3%A3o-e-%C3%A1lcool-em-gel-para-os-motoboys

https://www.facebook.com/Coletivoindependentedetrabalhadoresdeaplicativo/photos/a.103530594548380/157959112438861/


Mais informações acerca da lista A-infos-pt