(pt) [Espanha] A juventude como motor do anarquismo By A.N.A. (ca, en)

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quarta-Feira, 1 de Janeiro de 2020 - 09:46:55 CET


Estes últimos meses foram uma revolução em minha vida, não a nível pessoal, mas a nível de militante anarquista. Conseguimos construir umas 
Juventudes Libertárias em Mallorca. ---- O emocionante do projeto é que se conseguiu criar a partir de gente infinitamente diversa, desde 
gente que já tinha experiência militando, gente que não, estudantes e trabalhadores, gente com nula formação teórica sobre anarquismo... 
---- E é que os jovens somos o futuro, em qualquer âmbito e por isso os partidos políticos e qualquer tipo de organização se esforça em 
chegar aos jovens. Isto no anarquismo não ocorre. As organizações anarquistas não têm um programa para chegar aos jovens, nem seções jovens 
ou coisas semelhantes como poderíamos ver com a CUP[partido]com Arran ou o SEPC[sindicato de estudantes], que vem a ser sua maior fonte de 
militantes.

Nós anarquistas necessitamos nos organizar nas universidades e institutos para romper com os moldes estatais reinantes nas organizações 
juvenis e estudantis. Porque há anarquistas em todas as partes, lhes surpreenderia a quantidade de gente que é anarquista e está em sua casa 
sem fazer nada porque não tem nenhum lugar onde militar, praticamente nossas Juventudes Libertárias nasceram disso, somos gente que não 
tinha um lugar onde nos encontrar a vontade com nossa ideologia e o criamos. Ademais, temos um bom número de pessoas que está organizada em 
grupos de ideologia independentista, comunista... porque quer fazer algo e isso é o mais afim que podem encontrar. Quer dizer, a falta de 
gente nunca é uma desculpa.

Sua Finalidade

A finalidade de umas Juventudes Libertárias ou outra organização juvenil de caráter libertário é serem ferramentas para fazer chegar o 
anarquismo a um setor da população descontente e com um futuro mais que incerto. A função elementar de umas Juventudes Libertárias deve ser 
sempre formar militantes, na teoria e na prática, já que uma não vale nada sem a outra. As Juventudes devem ser os pilares do futuro do 
anarquismo, por isso nelas se deve aprender desde o assemblearismo, realizar uma ação direta, o funcionamento de um sindicato ou a história 
do movimento anarquista.

Ademais, umas Juventudes Libertárias tem muita versatilidade, podem atuar em muitos âmbitos ao mesmo tempo. Um dia podem estar em uma feira 
do livro anarquista, organizando atos de autoconsumo anarquista e no dia seguinte pode estar no piquete de uma greve ou parando um desalojo 
e colaborando com os movimentos sociais, incidindo neles e dando-lhes perspectiva.

Os exemplos

Ultimamente estão surgindo novas Juventudes Libertárias e as diferentes organizações juvenis anticapitalistas por todo o Estado espanhol 
estão ganhando força. Por dar exemplos colocaria Distrito-14, que fazem um trabalho fabuloso parando despejos e realizando numerosas 
campanhas como a que fazem contra as casas de apostas, não são exclusivamente anarquista, mas que advogam pela unidade de ação entre os 
jovens do bairro madrilenho de Moratalaz.

Depois temos organizações exclusivamente anarquistas como Batzac, nascidos no ano passado. Atuam em todo o território da Catalunha e realiz


Mais informações acerca da lista A-infos-pt