(pt) CGT-LKN contra "retornos quentes"

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020 - 08:35:24 CET


A decisão do Tribunal Europeu de Direitos Humanos (CEDH) em relação a "retornos quentes" viola os direitos elementares de qualquer ser 
humano que luta para escapar de realidades muito dramáticas, estimando o apelo do governo espanhol contra a decisão de 3 de outubro de 2017, 
quedecidiu por unanimidade que a Espanha havia incorrido em duas violações da Convenção Europeia de Direitos que proíbe expulsões coletivas 
e o artigo 13 que exige a existência de recursos adequados para contestar as possíveis violações dos direitos nela reconhecidos. ---- A CEDH 
agora decide, por uma grande maioria, que a expulsão e o retorno a Marrocos, quente ou fronteiriço, sem seguir nenhum procedimento legal, de 
duas pessoas do Mali e da Costa do Marfim que, em 13 de agosto de 2014, entraram no território O espanhol pulando a cerca de Melilla não 
viola nenhum dos dois preceitos que haviam sido considerados violados anteriormente. Além disso, a CEDH sustenta que essas duas pessoas 
puderam solicitar asilo na fonte, o que é totalmente irrealizável.

Acontece que o Tribunal Constitucional aguarda a resolução do recurso de inconstitucionalidade interposto , entre outros, pelo PSOE, contra 
a Lei da Mordaça, na décima disposição adicional, estabelece que: "Estrangeiros detectados na linha de fronteira da A demarcação territorial 
de Ceuta ou Melilla, ao tentar superar os elementos de contenção na fronteira para atravessar irregularmente a fronteira, pode ser 
rejeitada, a fim de impedir sua entrada ilegal na Espanha. "

Não podemos esquecer o programa do governo PSOE-UP, de revogar a "Lei da Mordaça" e o programa eleitoral da United. Podemos dizer que será 
monitorado "que não há retorno a quente ou expresso ilegal". Além disso, o governo pode não praticar retornos quentes, embora a legislação 
atual o autorize e já promova uma modificação da 'Lei da Mordaça' nesse assunto. Veremos qual é o caráter "progressista" deste governo.

https://www.cgt-lkn.org/blog/archivos/6161


Mais informações acerca da lista A-infos-pt