(pt) cnt.es: CNT apela a "manter e ampliar" a luta pela dignidade após a greve geral (en, ca, it) [traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Terça-Feira, 4 de Fevereiro de 2020 - 07:26:00 CET


O centro anarcossindicalista destaca que a batalha contra a precariedade "não pode nem deve terminar hoje" ---- Ele também alerta sobre as 
"receitas falsas daqueles que procuram evitar, a todo custo, que nada mude" ---- O sindicato da CNT recebeu as milhares de pessoas que na 
quinta-feira se mobilizaram na Comunidade Autônoma Basca e na Comunidade Regional de Navarra para pedir pensões, trabalho e vida digna. "A 
greve, uma ferramenta essencial da classe trabalhadora, mais uma vez colocou essas reivindicações claramente em cima da mesa e valeu a pena 
lembrar que somente através da unidade podemos dar passos em direção a esses objetivos" - afirmou o centro anarcossindicalista.
Em uma avaliação de emergência divulgada nesta tarde, o sindicato - um dos participantes da convocação de uma greve geral - enfatizou que a 
luta pela dignidade "não pode e não deve terminar hoje ou ser reduzida a um dia de mobilização". "Isso é demonstrado pela maré de pensão, 
que está nas ruas há dois anos, e por isso devemos demonstrar as organizações sindicais" - observou.

Nesse contexto, a CNT pediu para "manter e ampliar" a campanha de mobilização para o trabalho, aposentadorias e vida decente, observando que 
o caminho da consulta e do diálogo social "nada mais é do que falsas receitas de quem procura evitar, a todo custo, que nada mude». "Cuidado 
com promessas e enganos: os remendos não são mais válidos aqui", disse a fábrica. Precisamente, ele chamou a atenção para aqueles que, das 
instituições, "procurarão desativar o conflito ou redirecioná-lo para salas acarpetadas".

Da mesma forma, o sindicato destacou a natureza "autônoma e transversal" do movimento de aposentados. «A tua luta sem bandeiras ou partidos 
atrás mostra-nos novamente que apenas as pessoas salvam as pessoas» - salientou a CNT.

Finalmente, ele lamentou o papel desempenhado até agora pelos sindicatos da CCOO e da UGT, a quem ele pediu para "dizer publicamente de que 
lado eles estão". "Acima de tudo, pedimos que você pare de jogar mentiras para camuflar sua vergonha" - acrescentou a organização.

https://www.cnt.es/noticias/cnt-llama-a-mantener-y-extender-la-lucha-por-la-dignidad-tras-la-huelga-general/


Mais informações acerca da lista A-infos-pt