(pt) France, Union Communiste Libertaire UCL AL #311 - Edito: Islamo-esquerdismo ? (de, en, fr, it)[traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quinta-Feira, 10 de Dezembro de 2020 - 08:57:45 CET


Conhecemos os culpados dos recentes ataques na França: terroristas islâmicos. Mas 
para o governo também existem co-líderes: os "islâmicos-esquerdistas". ---- O 
nome não tem conteúdo preciso. Este é realmente o novo nome de "ameaça interna", 
uma tag polêmica para alimentar a paranóia e justificar os ataques às liberdades, 
um "judeu-bolchevismo" do XXI th século. ---- Se quiséssemos devolver o rótulo ao 
remetente, poderíamos comentar o "islamo-capitalismo": o dos grupos industriais 
que lidam com o Daesh (como a cimenteira Lafarge), o das relações 
diplomático-comerciais com os estados que financiam o jihadismo. (Catar, Turquia, 
Emirados Árabes Unidos, etc.), passando pela hipocrisia de uma Elisabeth Badinter 
quedifama o" esquerdismo islâmico " mas cuja empresa, a Publicis, trabalha para a 
monarquia saudita. ..

Claro, nos anos 1990-2000, havia correntes de extrema esquerda defendendo uma 
aliança tática com o islamismo: os trotskistas do SWP britânico e certas seitas 
campistas. Mas esse aventureirismo, que sempre permaneceu marginal, pertence ao 
passado, pois a Primavera Árabe confirmou, sem contestação, o caráter 
contra-revolucionário do islamismo, seja ele a Irmandade Muçulmana ou o Hezbollah.

A opção mantida pela UCL e por toda a extrema esquerda é a de apoiar a esquerda 
curda. No Oriente Médio, isso está liderando uma luta semelhante à nossa, por uma 
sociedade inclusiva, contra a discriminação de minorias.

UCL, 22 de novembro de 2020

https://www.unioncommunistelibertaire.org/?Edito-Islamo-gauchisme


Mais informações acerca da lista A-infos-pt