(pt) federacao autonoma dos trablhadores FAT: Um gesto de solidariedade: catadores distribuem verduras para outros trabalhadores.

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sexta-Feira, 6 de Setembro de 2019 - 08:16:45 CEST


Nesta sexta-feira (23-08-2019), em Goiânia, os catadores da ACOP (Associação de Catadores 
de Materiais Recicláveis Ordem e Progresso) e do MNCR (Movimento Nacional dos Catadores de 
Materiais Recicláveis) receberam uma doação de 30 caixas de verdura do CEASA. ---- Essa 
doação veio da ação dos próprios catadores, que buscaram o CEASA para o estabelecimento de 
uma parceria contínua. Esta parceria ainda não foi oficializada por mudanças na gestão do 
Banco de Alimentos do CEASA. ---- Porém, na tarde de sexta-feira, os catadores receberam 
uma ligação para buscarem uma doação de verduras, já que outra instituição não poderia 
buscar. ---- Os catadores buscaram as caixas de verdura no Banco de Alimentos do CEASA com 
o caminhão da associação e fizeram doação à comunidade do setor Albino Boa Ventura.

Este setor foi formado por trabalhadores oriundos de diferentes ocupações urbanas da 
cidade, dentre elas a favela dos trilhos, caracterizada pela presença de inúmeros 
catadores e lugar onde surgiu a primeira base do MNCR (Movimento Nacional dos Catadores de 
Materiais Recicláveis) em Goiânia.

A criação de gestos e laços de solidariedade entre trabalhadores é parte da história da 
luta dos trabalhadores, desde o século XIX.

A associação de trabalhadores para o socorro mútuo, trabalhadores que se organizam e se 
unem para se apoiar mutuamente, garantindo a própria sobrevivência e lutando contra a 
miséria produzida por esse sistema capitalista desigual e injusto foi bastante forte no 
Brasil e no mundo do século XIX e início do século XX.

O assim chamado mutualismo, pelo anarquista Proudhon, é uma forma de expressão da 
capacidade dos próprios trabalhadores de se organizarem por si mesmos e futuramente 
substituírem as instituições do Estado e do capital pelas próprias organizações 
igualitárias dos trabalhadores.

Com gestos como este dos catadores da ACOP, os trabalhadores vão se organizando e se 
apoiando de modo a construírem o respeito e a força de suas próprias organizações junto ao 
povo pobre.

O poder para criar um mundo justo vem de baixo, de trabalhador para trabalhador. E este 
poder um dia será tão poderoso que será capaz de destruir o sistema de injustiças e criar 
um mundo novo.

todas as fotos de José Iramar Araújo de Souza, representante do MNCR e da ACOP.

https://federacaoautonoma.wordpress.com/2019/08/28/um-gesto-de-solidariedade-catadores-distribuem-verduras-para-outros-trabalhadores/


Mais informações acerca da lista A-infos-pt