(pt) ligarj: Muleque Mentiroso? Ou Milico fingindo Patriotismo? Ou um Babaca Covarde? Ou Menino de Recado? Ou um Grosseirão Fanfarrão?

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Segunda-Feira, 2 de Setembro de 2019 - 08:42:08 CEST


Em dois ou três dias o Weintraub, Ministro da Educação do Brasil, irá confirmar ou não a 
política do morde-assopra. Há meses este ministro sob comando do Presidente estabeleceu o 
que foi chamado de "contingenciamento" nas verbas da educação. Movimentos da comunidade 
universitária, especialmente rede federal, foram para as ruas exigir a suspensão do 
contingenciamento e manutenção das verbas nos patamares necessários para realização das 
suas atividades que são mantidas com os recursos arrecadados dos impostos de todos nós 
trabalhadores brasileiros. Muito bem, isto não aconteceu, e pior, um ataque aos 
estudantes, técnicos e professores foi e segue sendo realizado para diminuir, 
desqualificar e desmoralizar a importância da educação universitária e a ciência e 
tecnologia produzidas aí.

A Universidade é um estorvo ao atual governo como afirma o reitor João Salles da UFBA. 
Palavras agressivas, acusações infundadas mobilizam parte da população privilegiada, 
contraditoriamente também parte considerável da população de trabalhadores pobres, conta a 
universidade brasileira que contribuiu e contribui para o desenvolvimento do povo 
brasileiro. Justifica-se tais comportamentos, palavras do ministro e do presidente como 
uma maneira de desmoralizar e desqualificar a instituição universitária para implantar 
modelos de gestão capitalista como cobrança de mensalidades, submissão de pesquisadores e 
dos parques científicos e tecnológicos às indústrias, venda de patrimônio imobiliário para 
fins de lucro privado de especuladoras imobiliárias. O processo está em curso: 1 - 
desqualificar, 2 - minar forças retirando autonomia, 3 - asfixiar ensino, pesquisa e 
extensão cortando recursos.

Mas não fica por aí. Estamos diante de um nítido projeto Populista Autoritário Conservador 
Ultracapitalista. É populista por satisfazer os anseios de parte da população no que tange 
a satisfazer o desejo conservador dessa parcela social é autoritário pois vai até o limite 
estabelecido pela lei permitindo (contra os direitos humanos, a conservação do meio 
ambiente, privatizações): 1 - liberação de agrotóxicos em massa, 2 - venda de ativos da 
Petrobras, BB, Caixa Federal..., 3 - Indicação de reitores nas universidades 
desrespeitando a vontade da comunidade universitária. Avança ainda mais: 1 - 
inviabilização da atuação do IBAMA e ICMBio no combate a garimpeiros em terras indígenas e 
parques nacionais, 2 - inviabilização de combate a queimadas e desmatamentos no território 
amazônico, 3 - militarização das questões sociais e ambientais aplicando uso 
indiscriminado de forças armadas no território amazônico, mesmo sem qualificação alguma, 
para apagar incêndio e porque não proteger os latifundiários e o agrobusiness da região, 
também e sempre uso da força nacional e tropas militares para controlar manifestação 
sociais e realizar policiamento em favelas. A lista é interminável...

REPORT THIS AD

O projeto do governo atual está bem definido: usar da legislação vigente para realizar o 
máximo de mudanças econômicas conduzindo o país e a economia para o ultracapitalistas 
servil com apoio do congresso e omissão do judiciário nacional. Para concretizar seus 
objetivos é preciso DISTRAIR o povo trabalhador, evitar as greves, aparecer como 
desgoverno quando lhe interessa, e outras vezes se mostrar sóbrio, lúcido nas questões que 
a audiência conservadora e autoritária defende: anti-homossexualismo, defesa da soberania 
nacional mesmo que não ameaçada, piadas contra mulheres, gays e negros que ele depois pede 
desculpas ou nega, posts bombásticos em redes sociais obre assuntos inúteis que divertem 
as torcidas e cegam para enxergarmos o mal que está nos fazendo a todos trabalhadores 
pobres. Distraídos nos tornaremos mais ignorantes, seremos escravizados e assassinados com 
prazer. A democracia é o governo da maioria. Este é o governo da maioria.

Nunca um governante governa para todos. Hoje, inclusive, com o poder quase hegemônico das 
corporações multinacionais não há governante que governe nem mesma para sua maioria. É o 
caso da Inglaterra que acaba de suspender seu parlamento para satisfazer aos interesses 
das megacorporações criando ali uma ilha da fantasia no hemisfério norte do lado europeu.

Limpando a fumaça e apontando o mal que este governo nos faz: suspendeu demarcação de 
terras indígenas e privatiza a que consegue sendo omisso aos desmatamentos, reduz ou acaba 
com os parques nacionais na Amazônia, Pantanal, Zona da Mata e Mata Atlântica. Destruir a 
previdência social, aniquilar o Sistema Único de Saúde, Privatizar Universidades, 
Privatizar a Petrobras, Banco do Brasil e Caixa Federal, Correios.

Não há o que esperar dos poderes executivo, legislativo e judiciário. Eles só nos olharão 
e escutarão se nos manifestarmos firmemente contra tudo que nos foz mal. Mas, antes, 
sabemos o que nos faz mal? Depois, queremos lutar contra o que nos faz mal? Ou a espécie 
humana gosta mesmo é de quem a manipula, engana, odeia e escraviza.

Aniquilemos o fascismo tropical a brasileira. Criemos nossos espaços de resistência e 
nossos grupos de solidariedade a apoio mútuo.

CHEGOU A HORA DO BOICOTE

O capitalista só entende uma manifestação: perda de dinheiro. O governante só entende uma 
mensagem: denúncia pública.

Boicotemos a agroindústria e mineradoras que exploram terras na Amazônia. Boicotemos 
empresas de comércio e indústria que apoiam o governo atual. Desligue a TV ou mude de 
Canal se esta empresa de TV apoia este governo.

Por uma sociedade libertária lutemos por igualdade e justiça social.

Contribuição: Saturnino Gonzaga

Charge publicada no periódico Charlie Hebdo.

https://ligarj.wordpress.com/2019/08/30/muleque-mentiroso-ou-milico-fingindo-patriotas-ou-um-babaca-covarde-ou-menino-de-recado-ou-um-grosseirao-fanfarrao/


Mais informações acerca da lista A-infos-pt