(pt) France, Union Communiste Libertaire AL #298 - Editorial: O absurdo do sistema mata (en, fr, it)[traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quarta-Feira, 9 de Outubro de 2019 - 11:12:26 CEST


Desta vez, ela era diretora da escola. Christine Renon, 58 anos, cometeu suicídio em seu 
local de trabalho em Pantin (Seine-Saint-Denis). Antes de seu gesto, teve o cuidado de 
enviar uma carta aos colegas. ---- O que ela escreve deixa poucas dúvidas sobre os motivos 
de sua ação: a pressão hierárquica, a multiplicação de tarefas, a falta de meios e tempo, 
a avalanche de "reformas" contábeis e burocráticas. ---- Ao contrário, a reação é 
metódica: sufocar o caso e despolitizá-lo. A inspeção acadêmica apressou-se a pedir aos 
que haviam recebido a carta que a entregassem à polícia, enquanto "fontes" prontamente 
mencionavam a recente morte dos pais do diretor como um possível motivo para seu 
desespero. ---- Mas ninguém pode ser enganado por essas manobras. Os gerentes serão 
responsáveis. E como é um sistema inteiro responsável, é este que deve ser desafiado.

Nas empresas públicas ou privadas, o capitalismo está crescendo ou funcionando. E a 
ideologia liberal pode muito bem pregar que feridas - como recursos - são apenas íntimas, 
sabemos que isso é errado. O conteúdo da homenagem prestada por seus colegas, pais e 
alunos anônimos mostrou inequivocamente. Essa morte é adicionada à longa procissão 
daqueles a quem o trabalho matou.

UCL, 27 de setembro de 2019

https://www.unioncommunistelibertaire.org/?Edito-L-absurdite-du-systeme-tue


Mais informações acerca da lista A-infos-pt