(pt) France, Union Communiste Libertaire por Comissão Anti-Patriarcado - Por um 23 de novembro de lutas ! (en, fr, it)[traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quinta-Feira, 28 de Novembro de 2019 - 08:28:17 CET


Neste sábado, 23 de novembro, será um dia de luta pela eliminação de toda a violência 
contra as mulheres. Em todo o mundo, as mulheres lutam para denunciar a violência da qual 
são o principal alvo. A UCL pede, portanto, que se mobilize em todas as cidades pela 
emancipação de todas as mulheres e contra toda violência sexual e de gênero. ---- Neste 
sábado, 23 de novembro, será um dia de luta pela eliminação de toda a violência contra as 
mulheres. Em todo o mundo, as mulheres lutam para denunciar a violência da qual são o 
principal alvo. A UCL pede, portanto, que se mobilize em todas as cidades pela emancipação 
de todas as mulheres e contra toda violência sexual e de gênero. ---- A cada dois dias uma 
mulher é morta e, desde o início do ano, o número de feminicídios ultrapassa o de 2018. A 
violência sexual e sexista são geradas pelo sistema político, econômico e social que é o 
patriarcado. Esse sistema de dominação e exploração está na raiz da violência (agressão, 
assédio moral e sexual, estupro, assassinato) como desigualdades econômicas e sociais.

Independentemente das granadas e pseudo feministas do golpe de comunicação, o relatório 
permanece o mesmo. O estado, sua polícia e sua justiça protegem o sistema patriarcal: a 
violência contra as mulheres está aumentando, elas ainda permanecem impunes na França. 
Diante da violência diária, as mulheres são vítimas de agressores e assassinos, seja em 
casais, no trabalho, em locais de estudo, na rua e assim por diante.

A precariedade do trabalho (reformas das aposentadorias e do desemprego) e a destruição 
dos ganhos sociais (fechamento da maternidade, planejamento familiar e centros de IVG ...) 
afetam principalmente as mulheres, que ainda são menos bem remuneradas do que homens e 
mulheres. mais presente em trabalhos precários. Isso, combinado com um comprometimento 
irrisório em termos de meios para combater a violência contra as mulheres e a redução de 
recursos alocados às associações.

Além disso, é porque o Estado acenou com o véu muçulmano como um bode expiatório para 
esconder os restos de ganhos sociais e ataca a imigração que devemos organizar em 
solidariedade a todas as políticas repressivas e racistas. visando mulheres migrantes, 
indocumentadas, estrangeiras e todas as mulheres assimiladas. Assim como devemos nos 
organizar contra a violência LGBTI-fóbica que responde à mesma lógica heteropatriarcal que 
a violência contra as mulheres.

Este novo dia de luta deve ser um sucesso e o começo de uma luta efetiva, porque a luta 
feminista é uma questão de vida ou morte.

Vamos nos encontrar em todas as cidades em 23 de novembro. Em todo lugar, construa 
contra-poderes feministas ! Organize-nos ! Vamos lutar !

https://www.unioncommunistelibertaire.org/?Pour-un-23-novembre-de-luttes


Mais informações acerca da lista A-infos-pt