(pt) France, Union Communiste Libertaire - anti-racismo, "Sim, somos ateus, e daí ?" - UCL contra a islamofobia (en, fr, it)[traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quinta-Feira, 21 de Novembro de 2019 - 08:03:24 CET


A União Comunista Libertária participou da organização da marcha contra a islamofobia em 
10 de novembro de 2019. Entre os discursos no final do protesto, ela declarou os motivos 
de sua presença na marcha. ---- Comunistas libertários ao lado de muçulmanos e muçulmanos 
? Não é apenas possível, mas é mais do que necessário hoje. ---- Sim, a UCL é uma 
organização ateu. Mas essa não é a questão quando uma minoria religiosa é estigmatizada e 
oprimida. A UCL afirma seu apoio aos fiéis muçulmanos denegridos por políticos e pela 
mídia, comparados a um "inimigo interno". ---- Contra a islamofobia e todos os racismos, 
defendemos a liberdade de culto, a liberdade de consciência, a liberdade de escolha. ---- 
Leia também o folheto da UCL na demonstração de 10 de novembro . ---- "Sim, somos ateus, e 
daí ?" UCL contra a islamofobia da União Comunista Libertária no Vimeo .

VERBATIM
"  Primeiro, a primeira coisa que queremos dizer é obrigado. Obrigado, obrigado por ter 
vindo hoje, apesar da controvérsia.

É um momento muito forte, é um momento histórico que vivemos hoje, com essa marcha, é um 
momento importante. Um momento necessário. Porque o perigo islamofóbico está lá, mais do 
que nunca lá.

Queremos dizer nossa total solidariedade com o povo muçulmano ou considerado como tal que 
é o alvo da ofensiva islamofóbica hoje. Deve ficar claro: a islamofobia não é o domínio 
reservado da extrema direita ! Não é apenas o negócio nauseante de Zemmour e de outros 
traficantes de ódio. Estamos lidando com um estado assumido de islamofobia: as observações 
de Blanquer, a "  sociedade de vigilância  " de Macron, as contas e provocações que se 
acumulam ...

A ofensiva islamofóbica, espalhou-se por toda parte, por toda a sociedade. Isso resulta em 
violência, brutalidade e até vontade de matar, como durante o ataque a Bayonne.

A islamofobia não existe por acaso, tem uma história. É uma islamofobia que vem de longe, 
o racismo colonial e sua procissão de assassinatos, saques e massacres. Tem uma realidade 
material, concreta para os muçulmanos neste país: estigmatização, discriminação, 
violência, brutalidade diária.

É essa realidade do racismo e da islamofobia que não podemos tolerar. Nossa 
responsabilidade, a responsabilidade do campo da igualdade está comprometida hoje. Isso 
nos obriga.

É por isso que a União Comunista Libertária, UCL, tomou toda a sua parte nessa 
mobilização, e desde o início !

Sim, somos comunistas libertários, sim, somos ateus. E então ? Qual é o problema ?

Hoje, não podemos ter outra atitude senão a de defender a igualdade, completa, real, sem 
reservas ou condições !

Hoje, uma parte da população, muçulmana, é vítima de uma campanha de perseguição de 
magnitude, designada como um verdadeiro "  inimigo do interior  " pelo poder e pelo governo.

Dizemos que não pode haver igualdade e liberdade para parte da população e igualdade e 
liberdade que seriam diferentes para os muçulmanos !

Então o poder, em meio à mobilização social, está tentando nos dividir. Ele tenta nos 
fazer acreditar que temos interesses diferentes. Não se deixe enganar e é por isso que 
hoje é importante o fato de sindicatos como a CGT, a FSU e os Solidaires estarem lá.

Haverá um antes e depois da nossa mobilização !

Amanhã, todos os dias, em nossas cidades, em nossos bairros, no trabalho, em nossas 
caixas, devemos responder à islamofobia, passo a passo. Não deixe passar, construa uma 
resposta anti-racista popular contra a islamofobia ! A União Comunista libertária diz 
aqui: os islamofóbicos nos encontrarão a caminho, ao seu lado, para fazê-los voltar e 
quebrar a ofensiva islamofóbica.  "

https://www.unioncommunistelibertaire.org/?Oui-nous-sommes-athees-et-alors-L-UCL-contre-l-islamophobie


Mais informações acerca da lista A-infos-pt