(pt) [Chile] Santiago: 26º dia da Revolta Social - FORÇA IMPRESSIONANTE DA GREVE GERAL! By A.N.A. (en)

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019 - 08:53:45 CET


Todo o território dominado pelo Estado chileno ardeu, desde a madrugada os bloqueios de 
estradas e barricadas iluminaram o amanhecer. ---- A convocação para a Greve Geral 
funcionou em grande porcentagem; milhões de trabalhadores e estudantes não foram para seus 
empregos, seja por aderir à greve ou por falta de transporte. ---- Marchas impressionantes 
e maciças atravessaram as principais avenidas, demonstrando a força e a unidade dos 
oprimidos nesta Revolta Social. ---- Desde o meio-dia houve inúmeros ataques a delegacias, 
casas de policiais (graças ao aplicativo que identificou as casas dos uniformizados), 
quartéis militares, sedes de partidos, pedágios, igrejas e instalações comerciais.
A título de exemplo: em Viña del Mar, desconhecidos atacaram a casa de um major da polícia 
e várias casas de uniformizados foram pichadas com ameaças e seus veículos vandalizados. 
Em San Antonio, os manifestantes atacaram o quartel Tejas Verdes e queimaram parte de suas 
instalações. Uma igreja foi incendiada no bairro turístico de Lastarria de Santiago. Na 
cidade de Los Andes encapuzados expropriaram coletivamente uma farmácia para levar fraldas 
e material de limpeza para uma casa de repouso de idosos. Em Talca, manifestantes 
queimaram a sede parlamentar do senador ultradireitista Juan Antonio Coloma (UDI). 
Encapuzados atearam fogo no restaurante de exploração animal "Hacienda Gaucha", a poucos 
metros da "zona zero".

No centro de Santiago, os distúrbios se estendem até a noite, com apontadores a laser 
manifestantes derrubaram um drone da polícia e, por outro lado, encapuzados quase viram um 
blindado lançador de água.

Policiais levam um grande número de policiais montados para a rua, mas fogem ante o cerco 
dos encapuzados.

Há momentos de grande espetacularidade nesse conflito, mas talvez as situações mais 
simples sejam aquelas que permanecerão em nossos corações negros; cuidar um do outro entre 
desconhecidos e compartilhar o que temos em mãos é o que nos faz sorrir e criar 
fraternidade na guerra.

Ontem à noite a população de Lo Hermida foi sitiada, produzindo forte repressão policial, 
mas uma autodefesa corajosa foi montada por seus habitantes. Nesse local, a delegacia foi 
atacada e seis policiais ficaram feridos.

O presidente da Nação "pede paz" recorrendo a policiais aposentados para fortalecer suas 
fileiras. Mais uma vez, em suas palavras, não há propostas concretas para "resolver o 
conflito", em seu discurso monotemático só há medidas repressivas e bálsamos para tentar 
acalmar aqueles que desejam mudar a constituição. Ameaça perseguir com a Lei de Segurança 
do Estado com queixas contra todos que se atrevem a espalhar, incentivar e propagar a 
Revolta Social.

Os políticos continuam discutindo qual será o método para mudar a constituição e se opõem 
ao "vandalismo", enquanto as ruas exigem soluções tangíveis para sua sobrevivência e 
qualidade de vida.

Começam a circular bilhetes com os olhos sangrando como uma denúncia da horrível realidade 
do terrorismo de Estado. Nos supermercados, as cestas são quebradas como uma forma de 
sabotagem de produtos à base de carne e na Europa começa um boicote a vinhos e abacates do 
Chile.

Não se esqueça do chamado para lembrar um ano do assassinato durante uma operação policial 
do jovem mapuche Camilo Catrillanca na quinta-feira, 14 de novembro.

Menos chamadas para a assembleia constituinte e MAIS CHAMADAS PARA AS ASSEMBLEIAS 
DESTITUINTES!

Que o grito continue a ecoar com força na linha de frente... MORTE AO ESTADO, VIVA A ANARQUIA!

N.T.

Conteúdo relacionado:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2019/11/12/chile-santiago-24o-dia-de-revolta-social/

agência de notícias anarquistas-ana


Mais informações acerca da lista A-infos-pt