(pt) France, Union Communiste Libertaire - Regulamento Interno da União Comunista Libertária (en, fr, it)[traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019 - 08:06:35 CET


Regulamento interno adotado no 1º Congresso da União Comunista Libertária (Allier, 8, 9 e 
10 de junho de 2019). ---- Congresso ---- preparação ---- progresso ---- Congresso 
Extraordinário ---- Coordenações federais ---- preparação ---- progresso ---- Coordenação 
Federal Extraordinária ---- Modalidades de revisão do Regimento ---- 1) O Congresso ---- 
1.1) Preparação ---- Uma Comissão para a preparação do Congresso é criada na Coordenação 
Federal o mais tardar 9 meses antes da data do Congresso. Esta Comissão, em ligação com a 
Secretaria Federal, é responsável pela preparação do Congresso e deve, em particular, 
redigir uma moção organizacional do Congresso, que será submetida à Coordenação Federal o 
mais tardar seis meses antes da data do Congresso.

A moção organizacional do Congresso especifica a data, local e organização geral do 
Congresso. Esta moção deve conter uma agenda proposta que estabeleça os tópicos a serem 
tratados pelo Congresso, bem como um calendário de preparativos para o Congresso, 
mostrando os prazos. A agenda proposta deve incluir um horário não combinado para a reunião.

Quando validada na coordenação federal, a moção organizacional do Congresso pode ser 
modificada. A organização ou parte da organização pode solicitar que um assunto específico 
seja incluído na organização do congresso. Essa emenda proposta deve ser estendida a toda 
a organização na mesma base que uma proposta federal. No entanto, pode estar relacionado a 
um tema que não precisa de uma moção escrita para ser válida. No caso de validação por 
todos os grupos, esta proposta deve ser incluída no planejamento do congresso pela 
comissão. Uma revisão desse período pode ser escrita na sua conclusão no congresso.

Como parte dessa moção organizacional, a Coordenação Federal pode ordenar aos editores a 
redação dos textos a serem submetidos ao Congresso. Caso a Coordenação Federal não exija 
editores, um texto da agenda adotada pela Coordenação Federal poderá ser submetido por um 
Grupo Local, a Secretaria Federal, uma Comissão ou pelo menos 5 membros da Coordenação 
Federal. a organização.

Os textos da agenda adotada pela Coordenação Federal devem ser submetidos o mais tardar 10 
semanas antes da data do Congresso. Esses textos aparecem progressivamente nos cadernos 
preparatórios do Congresso. Emendas e contra-textos devem ser entregues o mais tardar seis 
semanas antes da data do Congresso.

Para serem admissíveis, as emendas ou contra-textos devem ser assinados por um Grupo 
Local, uma Comissão ou pelo menos 5 membros da organização. A Comissão Preparatória do 
Congresso coleta todas as emendas e determina quais propõe integrar automaticamente 
(emendas de bom senso, enriquecimentos etc.), que propõe rejeitar automaticamente 
(excluindo assunto, supérfluo etc.) .), que ela propõe colocar em votação porque 
representam uma verdadeira divisão dos méritos.

O Comitê Preparatório do Congresso apresenta suas propostas para uma sessão especial da 
Coordenação Federal. Esta Coordenação Extraordinária Federal valida ou modifica propostas 
da Comissão de preparação do Congresso e adota um caderno de preparação de Congressos 
resumindo as emendas integradas, as emendas ao debate no Congresso, as emendas rejeitadas.

Todas as emendas, textos e moções para debate são incluídas em um livreto final do 
Congresso, que é enviado a todos os membros da organização pelo menos 1 mês antes da data 
do Congresso. Neste livreto final do Congresso também aparecem os nomes dos membros que se 
propõem a serem referentes da Comissão ou a participar da Secretaria Federal.

1.2) Procedimento

O Congresso reúne delegados dos Grupos da organização e seus contatos. O número esperado 
de delegados para um grupo local é de 2 delegados mais 1 delegado por 5 membros do grupo 
local além do piso de 5 membros. Os Grupos Locais se esforçam para garantir a diversidade 
de sua delegação. Em caso de votação, o Grupo Local pode expressar um número de termos 
igual a, no máximo, três vezes o número de delegados presentes e não mais que o número 
esperado de delegados. O Grupo Local, por meio de seus delegados, é livre para distribuir 
seus mandatos entre as diferentes opções de votação.

Número de membros no grupo local	3 a 5	6 a 10	11 a 15	16 a 20	21 a 25	26 a 30
Número de delegados esperados	2	3	4	5	6	7
Número mínimo de delegados para ter todos os seus mandatos	1	1	2	2	2	3
Os referentes da Comissão, assim como os membros da Secretaria Federal e os membros do 
Comitê Preparatório do Congresso, participam por direito no Congresso, mas não têm o 
direito de votar como tal.

Os delegados do Grupo Local cumprem os mandatos de todos os membros até a data da 
contribuição. A Comissão do Tesouro é responsável por controlar os mandatos. Durante o 
Congresso, são organizados debates sobre textos e emendas, horários de votação e, na 
medida do possível, intercâmbios não-decisórios. Pelo menos uma reunião não mista é 
organizada durante o Congresso.

Durante o período de debate, é realizada uma troca com uma lista tripla de registrantes 
para dar prioridade, por um lado, aos delegados de grupos que ainda não foram escalados e, 
por outro lado, por outro lado, para as mulheres.

1.3) Congresso Extraordinário

Um Congresso Extraordinário pode ser convocado por uma Coordenação Federal.

O Congresso Extraordinário é preparado pela Secretaria Federal, assistida, na medida do 
possível, por uma Comissão Preparatória do Congresso.

A moção organizacional do Congresso especifica a data, local e organização geral do 
Congresso Extraordinário. Deve ser submetido à Coordenação Federal o mais tardar 2 meses 
antes da data do Congresso Extraordinário.

Os textos que constam da agenda do Congresso Extraordinário devem chegar a todos os 
membros da organização o mais tardar um mês antes do início do Congresso.

2) As coordenações federais
2.1) Preparação

A Coordenação Federal se reúne pelo menos três vezes por ano. A Secretaria Federal define 
a data da Coordenação Federal com pelo menos 2 meses de antecedência e prepara uma 
proposta de agenda de acordo com as solicitações dos Grupos Locais e notícias.

Um primeiro livro preparatório da Coordenação Federal é enviado aos membros da organização 
com pelo menos 1 mês de antecedência para permitir que os Grupos Locais preparem os 
debates. Neste primeiro livro preparatório, há a proposta da agenda e os textos sobre os 
quais os Grupos Locais são convocados, sejam eles submetidos a votação ou simplesmente 
submetidos ao debate. Também inclui um relatório de cada Comitê Operacional e o relatório 
de atividades das Comissões de Intervenção, que serão tratados na agenda.

Um texto pode ser arquivado pela Secretaria Federal, uma Comissão, um Grupo Local ou por 
pelo menos 5 membros da organização. Esses textos devem chegar à Secretaria Federal com 
pelo menos 5 semanas de antecedência.

Uma Comissão, um Grupo Local ou pelo menos 5 membros da organização podem apresentar 
emendas aos textos no primeiro livro de exercícios preparatórios. Essas emendas devem 
chegar à Secretaria Federal pelo menos 20 dias antes da Coordenação Federal.

Uma segunda pasta de trabalho preparatória é enviada aos membros da organização com pelo 
menos duas semanas de antecedência. Este segundo livro preparatório contém a proposta da 
agenda, que foi programada e possivelmente alterada, bem como as alterações apresentadas 
nos textos.

2.2) Procedimento

A Coordenação Federal reúne delegados dos grupos da organização e seus contatos, 2 dos 
quais são delegados pelo Grupo Local. Os Grupos Locais se esforçam para garantir a 
diversidade de sua delegação. Esses delegados têm vários mandatos determinados de acordo 
com o tamanho do Grupo Local.

Em caso de votação, o Grupo Local poderá expressar todos os seus mandatos. O Grupo Local, 
por meio de seus delegados, é livre para distribuir seus mandatos entre as diferentes 
opções de votação.

Número de membros no grupo local	3 a 10	11 a 20	21 a 30	31 a 40
Número de mandatos	2	3	4	5
Os referentes das comissões e os membros da Secretaria Federal participam, mas não têm 
direito de voto, nas coordenações federais.

Os delegados dos Grupos Locais mantêm os mandatos de todos os membros até a data da 
contribuição. A Comissão do Tesouro é responsável por controlar os mandatos. Durante os 
períodos de debate, é organizada uma rodada de palestras com uma lista tripla de 
registrantes para dar prioridade, por um lado, aos delegados dos Grupos Locais que ainda 
não foram dublados. por outro lado, para as mulheres.

As Coordenações Federais são co-facilitadas por um membro da Secretaria Federal e por um 
delegado do Grupo Local.

Na medida do possível, o tempo de treinamento, o tempo para trocas não decisórias e o 
horário das reuniões das comissões são contatados com a Coordenação Federal.

Se novas posições forem elaboradas durante uma Coordenação Federal, uma votação provisória 
poderá ser organizada. Os delegados votam de acordo com as sensibilidades expressas em seu 
grupo local. As Assembléias Gerais de Grupos Locais podem, dentro de 15 dias, modificar os 
votos de seus delegados para que a posição de todos e de todos possa ser representada na 
decisão coletiva. Após esse período de 15 dias, a decisão da Coordenação Federal é 
executória. Para dar visibilidade ao estado geral das posições dos delegados durante uma 
discussão, uma votação indicativa pode ser realizada nas mesmas condições de uma votação 
de tomada de decisão, mas sem que o resultado da votação se torne exeqüível. A Coordenação 
Federal promove a tomada de decisões por consenso: Quando as declarações dos delegados 
sobre um item da agenda seguem a mesma direção, é solicitado, antes da votação, se os 
delegados são a favor da posição ser adotada por consenso. , sem voto. Se a proposta de 
consenso não concordar, é realizada uma votação.

Um relatório deverá ser enviado a toda a organização na semana seguinte à Coordenação Federal.

2.3) Coordenação Federal Extraordinária

Uma Coordenação Federal Extraordinária pode ser convocada pela Secretaria Federal.

Os textos que constam da agenda da Coordenação Extraordinária Federal devem chegar a todos 
os membros da organização o mais tardar duas semanas antes da data deste.

3) Modalidades para a revisão do Regulamento Interno
Este Regulamento pode ser alterado na Coordenação Federal ou no Congresso. Qualquer 
proposta de modificação deve receber 2/3 dos mandatos expressos, arredondados ao superior 
na Coordenação Federal ou no Congresso a ser adotado.

https://www.unioncommunistelibertaire.org/?Reglement-interieur-de-l-Union-Communiste-Libertaire


Mais informações acerca da lista A-infos-pt