(pt) France, Union Communiste Libertaire AL #299 - editorial - Vento das revoltas (en, fr, it)[traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quinta-Feira, 7 de Novembro de 2019 - 08:22:57 CET


Por razões e em contextos diferentes, muitas partes do mundo são abaladas por revoltas 
populares maciças e sem precedentes. ---- De Hong Kong ao Iraque, via Chile, Haiti, 
Líbano, Catalunha, Equador, etc. a lista é impressionante. Cada revolta tem seu próprio 
ponto de partida: o alto custo de vida, a corrupção, um novo imposto, a repressão judicial 
ou uma aspiração democrática. Mas o que é surpreendente é a semelhança das formas de luta, 
a articulação de aspirações sociais e democráticas e o confronto massivo com as forças da 
repressão. Um vento de revolta está soprando no mundo antigo. ---- Obviamente, este é um 
passo adiante na crise do capitalismo. E é uma aposta segura que essas revoltas se 
espalhem. Pois a acumulação frenética de capital levou a um tremendo aumento da 
desigualdade e a uma grande crise ecológica, enquanto nas democracias burguesas as 
liberdades públicas estão sendo forçadas a abater. A crise do capitalismo não é apenas 
econômica, mas também afeta seu aspecto ideológico. As classes dominantes não são mais 
capazes de legitimar sua dominação, porque a adesão alienada ao capitalismo desaparece 
diante das evidências de sua crueldade. A violência, para manter seus privilégios, é seu 
único e último recurso.

Resta a questão das alternativas: se a revolta estiver presente, será necessário que a 
auto-organização dos es explorados se estenda e se fortaleça para tornar credível outro 
modelo de sociedade.

UCL, 28 de outubro de 2019

https://www.unioncommunistelibertaire.org/?10-Vent-de-revoltes


Mais informações acerca da lista A-infos-pt