(pt) France, Alternative Libertaire, Liberação AL - Eleições europeias: entre liberais e fachos, construir alternativa revolucionária (en, fr, it)[traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sexta-Feira, 31 de Maio de 2019 - 08:07:34 CEST


Não é caçar nas bases nacionalistas do RN, como a insubordinada França, nem se contentar 
com discursos vagamente reformistas, como o PCF, a Génération ou a EELV, de que se 
conseguirá fazer retroceder liberal e de extrema-direita. juntos. ---- Os resultados das 
eleições européias na França caíram em 26 de maio de 2019. Não é novidade que o Encontro 
Nacional está no topo da lista em mais de 20%, à frente do partido do governo da República 
em março. Entre os social-democratas, a EELV está fazendo o melhor, à frente da France 
Insoumise, do Partido Socialista, da Génération e do PCF. Mas no geral, o reformista 
deixou pontuações muito baixas, pouco acima de 30%. A abstenção é baixa, mas permanece 
extremamente alta em 48%.
O que emerge desta eleição é que a oposição da maioria que continuará a ser servida em 
todos os lugares é aquela entre os liberais e a extrema direita. Os capitalistas terão 
todo o interesse em continuar a nos fazer acreditar que temos a escolha entre os dois 
lados do capitalismo: o liberalismo de Macron, que é apenas uma marionete e será 
substituído como François Hollande quando não for mais, ou o racista de extrema-direita e 
reacionário Le Pen. Em ambos os casos, a situação está piorando: os migrantes estão sendo 
tratados desumanamente, os direitos das mulheres estão encolhendo como os direitos dos 
trabalhadores, os ricos estão acumulando mais riqueza e a pobreza está aumentando.

E não é caçando nas bases nacionalistas do RN, nem se contentando com discursos vagamente 
reformistas de que se conseguirá afastar os liberais e a extrema-direita.

Confrontados com estas nuvens negras que se acumulam sobre a Europa, enfrentando o 
racismo, a crescente islamofobia, o ódio aos migrantes, a quebra dos nossos direitos 
sociais, é uma verdadeira alternativa revolucionária que nós temos que propor. É da 
responsabilidade dos anticapitalistas, libertários, todos aqueles que querem lutar para 
construir outra sociedade para propor um projeto ambicioso de partilha de riqueza e 
justiça social, com uma estratégia realista de contra-poderes. É construindo esses 
contra-poderes, com os sindicatos de luta, com associações e organizações políticas 
progressistas, que seremos capazes de criar um terceiro possível: o da revolução social e 
libertária.

Alternativa Libertária, 27 de maio de 2019

http://www.alternativelibertaire.org/?Entre-les-liberaux-et-les-fachos-construire-l-alternative-revolutionnaire


Mais informações acerca da lista A-infos-pt