(pt) Coletivo Mineiro Popular Anarquista - COMPA: TODOS OS SERVIÇOS PARADOS, TODOS OS CORPOS EM LUTA! -- EM DEFESA DA APOSENTADORIA! (en)

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Domingo, 24 de Março de 2019 - 06:52:00 CET


Em pouco mais de dois meses no poder, o governo Bolsonaro já é marcado por escândalos de 
corrupção, e em um grande empenho em aumentar os ataques aos direitos sociais, o que já 
vinha sendo feito pelos governos anteriores. ---- Além dos ataques aos direitos 
trabalhistas, a cada dia recebemos notícias de medidas que aceleram o desmonte dos 
serviços públicos, como cortes na saúde, educação, assistência social, previdência, etc. 
Conquistas históricas das mulheres, da comunidade LGBT e dos/as negros/as são atacadas das 
formas mais violentas possíveis. Educadores/as sofrem com censura nas escolas através de 
tentativas de criar uma cultura da mordaça, com projetos como o "Escola Sem Partido". Os 
patrões trabalham em unidade para a consolidação da reforma trabalhista aprovada por 
Temer, e a aprovação da reforma da Previdência de Paulo Guedes, ainda mais dura que a 
proposta do governo anterior. A violência estatal, que mantém vínculos umbilicais com as 
milícias, visa garantir pelo medo e pela repressão as medidas de austeridade para aumentar 
ainda mais os lucros e o poder dos patrões.

Devemos lembrar que a primeira Reforma da Previdencia ocorre ainda no primeiro mandato de 
Lula. A traição dos partidos que disputam o Estado burguês não encontra barreiras em cores 
de bandeiras. O mesmo partido que tinha como bandeira histórica a auditoria cidadã da 
dívida, foi, ao se tornar governante, o mesmo partido que abriu a primeira porteira para a 
destruição de nossas conquistas. Esse ato,muito antes de indicar a real necessidade de uma 
reforma da previdencia, indica a submissão do Estado Político ao poderio burgues. As 
eleições atrasam nossa caminhada para a emancipação. Não há outro caminho que a construção 
da Revolução.

Os de cima estão mobilizados para acelerar os ataques aos de baixo. É urgente que nossa 
classe entre em cena e demonstre que terá luta para que a deterioração de nossas condições 
materiais não seja ainda maior. É necessário irmos às ruas e iniciar a construção de uma 
Greve Geral, até a proposta de reforma da previdência cair! Essa reforma é o carro-chefe 
desse governo, e sua derrota significará um grande avanço contra a barbárie e pela defesa 
de nossos direitos!

Não trabalharemos 40 anos para termos direito à aposentadoria integral! Não relegaremos 
nossos idosos à miséria! Não entregaremos os produtores rurais à morte por exaustão! NÃO 
VAMOS ABAIXAR A CABEÇA, NEM VOLTAR À ESCRAVIDÃO!

Devemos organizar a luta a partir dos locais de trabalho, de promover o enfrentamento 
direto contra a reforma e retomar o controle das nossas entidades de classe para as mãos 
dos trabalhadores!

Assim, nós, do COMPA - Coletivo Mineiro Popular Anarquista - conclamamos a todas e todos a 
paralisarem suas atividades e estarem presentes na Praça da Assembléia, às 17:00 para o 
início da grande marcha que levará à queda este governo monstruoso e ao sepultamento desta 
proposta macabra.

Contra qualquer reforma da previdência que os patrões queiram impor!
Pela construção de uma Greve Geral!


Mais informações acerca da lista A-infos-pt