(pt) communistes libertaires cgt: Eurovisão: Não em Israel! (en, fr, it)[traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Domingo, 27 de Janeiro de 2019 - 18:05:37 CET


O "show-contest" do Eurovision é lamentável. Música terrível e letras insípidas no pano de 
fundo do chauvinismo estúpido ... O melhor certamente seria removê-lo em favor de 
programas inteligentes para descobrir a música do mundo. ---- Enquanto isso, a edição de 
2019 deve ocorrer em um país que aplica uma política de apartheid: Israel. E é 
intolerável. Aqui está a mensagem e a chamada feita pelo coletivo xDS-CGT: ---- Caros 
camaradas, ---- A vitória do cantor israelense Netta teve uma consequência que os 
eleitores não mediram: a Eurovisão 2019 deve ocorrer em Israel de 14 a 18 de maio. Mas 
como esquecer os massacres em Gaza, a destruição das aldeias, a colonização e o 
deslocamento, e agora a lei sobre "o estado-nação do povo judeu" que, em particular, 
institucionaliza o apartheid em Israel?

É por isso que o Coletivo Nacional para uma Paz Justa e Duradoura entre Palestinos e 
Israelenses, juntamente com a xDS France e outros parceiros, está lançando uma campanha 
francesa para garantir que a Eurovisão 2019 não aconteça em Israel.

Se não for esse o caso, a France Télévisions e os candidatos franceses devem desistir do 
concurso.

Para que a Eurovisão não seja realizada na terra do apartheid Israel, precisamos de você!
Você pode descobrir o interior da França e assinar a petição no site dedicado

Já duas UD CGTs (63 e 75) aderiram a esta campanha, e outras organizações da CGT seguirão 
sem dúvida.
Assinaturas de Associações, partidos e sindicatos:
https://eurovision2019-pasenisrael.eu/

http://www.communisteslibertairescgt.org/Eurovision-Pas-en-Israel.html


Mais informações acerca da lista A-infos-pt