(pt) i-f-a: Anarquista não vota, luta! (en)

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quinta-Feira, 3 de Janeiro de 2019 - 05:23:21 CET


Consideramos as eleições são uma parte de um sistema corrupto, opressor e explorador. Isso 
não é um novidade, na origem da concepção moderna da anarquia que tem por volta de 250 
anos, a opção da anarquia sempre foi a luta direta por política de autogestão e 
federalismo descentralizado, marcada pela construção da força política legítima na base, 
por pessoas oprimidas e exploradas. Isso leva a uma resistência a todas as propostas que 
retirem essa autonomia e as eleições é essa remoção de autonomia, que viola a liberdade 
das pessoas de fazerem política de forma direta, sem representações, sem partidos, sem 
Estado. ---- Neste momento temporal aqui no Brasil estamos forçadas a mais um processo 
eleitoral que retira o protagonismo das pessoas, que desarticula, partidariza e anula a 
luta e emancipatória. Apesar disso, muitas pessoas que se rotulam anarquistas estão 
propagando o "voto útil crítico", por medo da consolidação das forças totalitárias, 
fascistas, .
O que nos parece é que essas pessoas desconhecem ou estão fora da
realidade da periferia, da marginalidade, que não vivem nas péssimas
condições das favelas brasileiras e nem são alvos das violências diárias
que nossa gente oprimida e explorada sofre.

Ao assumirem o estereótipo "esquerda/direita" e ainda defenderem o
"voto" é desmerecer a luta e resistência que nossa gente vem mantendo
desde a invasão nessa terras pelos europeus. Ainda pior, é trair os
princípios de liberdade social, de igualdade e justiça tão presentes na
luta anarquista e que levaram milhares de anarquistas morrerem por todo
o mundo na luta contra as opressões e explorações das tiranias sejam
elas econômicas, sociais, políticas ou culturais. Nossos enfrentamentos
ocorreram com os governos de direita e de esquerda, por isso sabemos que
nenhum deles é confiável para valer um voto sequer. Não esquecemos como fomos agredidas 
pelas forças da repressão nos últimos 10 anos, nas
perseguições e ameaças contra nossas ativistas, nas que estão presas por
fazerem manifestações de rua contra o Estado.

Não nos interessa o resultado das urnas, nelas nosso protesto sempre foi
e é o voto nulo ou não voto. O importante é manter e ampliar a luta e
resistência para a emancipação de todas as oprimidas e exploradas e que
irá acontecer independente de quem vença o processo impositivo
eleitoral. Nossas ações estão nas comunidades onde construímos gestões
diretas, de ampla participação popular, sem partidos, sem patrões.
Garantimos que a luta dessa forma amplia as experiências anarquistas e
favorecem o processo de emancipação social que buscamos.

Reforçamos que em 2019, estaremos nas linhas de frente na luta por
liberdade, igualdade e justiça social pela emancipação social de nossa
gente oprimida e explorada, independente de quem seja eleito, porque
sabemos que nossa luta sempre será contra todos os partidos políticos,
contra os grupos tiranos e autoritários que vivem da exploração e
opressão de toda nossa gente.
Anarquista não vota, luta!
-
União anarquista Fenikso Nigra
associada a Iniciativa Federalista Anarquista Brasil|IFA-Brasil

http://www.i-f-a.org.gridhosted.co.uk/2018/10/28/anarchist-does-not-vote-fight-anarquista-nao-vota-luta/


Mais informações acerca da lista A-infos-pt