(pt) Resistência Popular Estudantil - Porto Alegre

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sexta-Feira, 30 de Agosto de 2019 - 07:25:17 CEST


Enquanto a escalada liberal-conservadora suga nossos direitos, desmonta nossa previdência, 
ataca nossas universidades e avança a galopes sobre corpos negros e pobres e sobre as 
matas, as florestas e os campos no Brasil, nossos companheiros e nossas companheiras 
enfrentam também o horror do estado policial de ajuste em outros países na triste América 
Latina. ---- Aqui ao lado, na Argentina do liberal Mauricio Macri, amigo de Bolsonaro, 
saudado pelas elites brasileiras, o povo segue resistindo e lutando pelo direito à 
educação indiscutivelmente pública e de qualidade. Enquanto há aumento de preços, crise 
econômica, fome e retirada de direitos cotidianamente na Argentina macrista, o Estado 
ataca também quem ousa lutar.
A Justiça Federal argentina está processando 27 companheiras/os estudantes da Universidade 
de Córdoba por estarem ativos e ativas na intensa luta estudantil que há mais de um ano 
tem tomado as ruas as universidades e o cenário político do país. Com marchas e ocupações, 
luta e ação direta, nossos/as companheiros/as vêm tentando barrar as políticas antipovo do 
ministro da educação Alejandro Finocchiaro.

A América Latina atravessa mais uma conjuntura nebulosa de destruições, cortes e ataques, 
sempre acompanhada de endurecimento da repressão e do genocídio dos povos negros e 
indígenas. A Resistência Popular estende o braço fraterno e nossa solidariedade a todas e 
todos os estudantes processados e nos colocamos ombro a ombro, incansavelmente, contra os 
desmontes na Argentina e no Brasil.

Só a luta muda a vida, sempre soubemos e sempre dissemos, e a resposta medrosa dos de cima 
diante da luta estudantil não nos faz recuar nem um passo, pelo contrário, nos endurece 
mais ainda nas batalhas. Nesta quarta, 21 de agosto, mais uma vez o movimento estudantil 
argentino saiu às ruas porque a educação do povo não se vende, se defende!

Saudamos a resistência do povo argentino e, em especial, às e aos compas da Barricada 
Libertária de Córdoba, organização amiga que, do lado de lá da fronteira, faz tremular 
incansavelmente a bandeira vermelho e preta. Nossas lutas caminham junto porque 
trabalhador não tem pátria, tem causa!

Não desmobilizar! Cercar de solidariedade quem luta!
Todo apoio às e aos estudantes processados! Nenhum passo atrás! Arquivamento já!

CONSTRUIR LAÇOS DE SOLIDARIEDADE ENTRE AS ORGANIZAÇÕES COMPANHEIRAS DE TODA AMÉRICA LATINA 
PARA RESISTIR AO AVANÇO DOS REGIMES DE FOME, MISÉRIA E VIOLÊNCIA!


Mais informações acerca da lista A-infos-pt