(pt) Luta fob: CE, FOB, SIGA: TORTURA E REPRESSÃO AO POVO POBRE É A VERDADEIRA "POLÍTICA PÚBLICA" DO GOVERNO CAMILO SANTANA (PT-PDT)

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quarta-Feira, 28 de Agosto de 2019 - 07:33:40 CEST


A ERA DOS MASSACRES NAS PRISÕES APRESENTA A PIOR FACETA DO CARÁTER GENOCIDA DO ESTADO ---- 
As empobrecidas populações das cidades do Ceará, além das adversidades que precisam 
enfrentar com as péssimas condições de saneamento básico, educação, lazer, segurança e 
trabalho, enfrentam a violência da guerra do Estado contra as comunidades e favelas. Em 
2019, o caráter mais antipovo do governo Camilo Santana (PT-PDT) está marcado pela 
promoção institucional de tortura nas prisões e em ação racista de repressão, semeando o 
conflito e apostando na indução aos massacres nas masmorras do Estado penal. A política de 
segurança pública, promovida no Estado do Ceará, assume habilmente todo conteúdo de 
confronto e extermínio promovido pelo odioso clã Bolsonaro, inclusive os ensinando a como 
humilhar, perseguir e exterminar seu próprio povo, recebendo elogios do facínora Jair 
Bolsonaro, que elogiou Camilo Santana pelo seu vale tudo no suposto combate à violência. 
Cinicamente, o governo petista vende para o mundo, seu inexistente programa Ceará 
Pacífico, quando na realidade as comunidades e favelas conhecem uma polícia racista e 
truculenta, treinada para reprimir a população pobre e negra.

Verdadeiras máquinas de incremento da miséria e do banditismo, a única reforma possível 
nas prisões, é sua abolição, pois dão continuidade aos anseios racistas e escravocratas 
dos tempos dos coloniais, promovendo lucros e o enriquecimento dos lobistas e chacais da 
morte das classes dominantes. O impacto é evidente nas classes populares, principalmente 
para a faixa etária que compreende a juventude, cujo extermínio é celebrado e naturalizado.

Enquanto isso, nos primeiros meses de 2019, protestos dirigidos por partidos esquerda e 
centrais sindicais colaboracionistas, estiveram longe de conseguir conter a política de 
cortes dos governos estadual e federal. Os tentáculos do Estado dentro do movimento social 
de oposição ao governo Bolsonaro/Mourão (PSL-PRTB), buscaram represar qualquer tipo de 
crítica à política racista de encarceramento e extermínio do governo Camilo Santana 
(PT-PDT), bem como de aprofundamento das medidas de austeridade, enquanto as forças de 
segurança promovem todo tipo de violações nas favelas e comunidades de todo o Ceará.

Os massacres vitimaram principalmente o povo preto e pobre, por isso, repudiamos a lógica 
de indução à violência fratricida nas comunidades e favelas, esquema de dominação de 
classe, dividindo os filhos do povo em bandos de capitalismo gangster. A própria classe 
trabalhadora precisa, por meio da solidariedade, exigir a paz e garantir a autodefesa dos 
territórios, sem qualquer confiança com as hordas policiais corruptas e assassinas, 
instrumentos de repressão das lutas populares por excelência.

Por isso, o SIGA-CE convoca a construção de comitês populares e autônomos para, por meio 
de assembleias entre iguais, construir o poder popular e enfrentar os inimigos da paz: os 
poderosos e os capitalistas, indutores da miséria e dos massacres, portanto, assassinos 
dos filhos e filhas do povo!

https://lutafob.wordpress.com/2019/08/19/fob-ce-tortura-e-repressao-ao-povo-pobre-e-a-verdadeira-politica-publica-do-governo-camilo-santana-pt-pdt/


Mais informações acerca da lista A-infos-pt