(pt) liga rj: Viva "Umanità Nova"! 100 anos de contrainformação e liberdade de expressão.

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Domingo, 18 de Agosto de 2019 - 07:12:58 CEST


A produção e distribuição de um jornal foi e é fundamental para que as pessoas possam 
acessar notícias, informações e análises sobre a vida com uma abordagem anarquista. ---- 
No caso dos anarquistas na Itália um periódico, atualmente semanário é a materialização do 
esforço coletivo e apoio mútuo para além de palavras. Há cem anos fora criado e é mantido 
o jornal Humanità Nova. ---- Um espaço de reflexão e de liberdade que auxilia a todos nós 
mundo afora ampliar nosso alcance de visão ao tempo que fortalece nossa luta pela 
liberdade coletiva. ---- A liberdade de expressão, a crítica a injustiça social, a critica 
ao regime econômico capitalista nos oferecem a perspectiva de dias melhores ao tempo que 
nos alenta o cotidiano.
A Liga Anarquista no Rio de Janeiro saúda os companheiros e companheiras de Umanità Nova, 
da Federazione Anarchica Italiana pela contribuição que oferece pela causa da nova 
sociedade e da humanidade livre.

Conclamamos a toda gente a contribuir na continuidade deste que é um patrimônio anarquista 
mundial e para realização das celebrações do seu centenário.

Umanità Nova

"Sabemos, pela longa experiência, o espírito vivo do sacrifício que envolve nossos 
companheiros quando se trata de propaganda e não duvidamos que eles responderão dignamente 
ao nosso apelo. (...) Contra o poder avassalador da imprensa burguesa, é hora de que outra 
voz - além da socialista - se levante diariamente para afastar as mentiras oficiais, 
desvendar as mistificações jornalísticas pagas pelas facções dominantes, expor as verdades 
mais assustadoras e combater as informações distorcidas. (...) Contamos com aqueles que 
aspiram a um maior aumento de nossa propaganda e nossos meios de luta e defesa, respondam 
ao apelo e cooperem com o seu melhor para que o projeto de um QUOTIDIANO ANARQUISTA seja 
em breve uma completa realidade."

Assim dizia uma circular interna para o movimento anarquista difundido após a conferência 
em Florença em abril de 1919, na qual, ademais da criação da União Comunista Anarquista 
Italiana, foi adotada a proposta de Ettore Molinari, Nella Giacomelli e Emilio Spinaci, 
delegados de Milão, de fundar um jornal nacional.

REPORT THIS AD

Em novembro deste ano, tudo estava pronto: a gráfica e os quatro escritórios 
administrativos e redação esperavam apenas o jornal e Errico Malatesta, editor-chefe. O 
governo tentou de todas as formas obstruir a saída do jornal, incluindo a prisão de 
Malatesta, mas a ameaça e a implementação de greves gerais fizeram com que a primeira 
edição do Umanità Nova fosse lançada em 27 de fevereiro de 1920. Com 4 páginas, edição 
vespertina para evitar que os trabalhadores trabalhassem à noite, preço de 10 centavos de 
lira com uma primeira tiragem de 9.000 cópias até chegar a mais de 50.000 nos meses seguintes.

Desde então, Umanità Nova, embora agora em versão semanal, nunca deixou de ser impresso e 
circular, dando voz ao anarquismo social, de forma totalmente autofinanciada. Em setembro 
próximo, também começará os preparativos para comemoramos o Centenário. Um concurso para 
designers gráficos e ilustradores, brochuras, novos gadgets, iniciativas públicas e 
conferências são apenas algumas das ideias já em preparação. Agora, então, precisamos do 
apoio de todos os companheiros e companheiras. Somente através de colaborações, 
assinaturas, doações solidárias e iniciativas de apoio podemos continuar esta 
extraordinária aventura.

(Fonte: https://umanitanova.org/?p=10379)

(Tradução > Antikaikki - fonte: https://noticiasanarquistas.noblogs.org/page/2/)

Umanità Nova na web: https://umanitanova.org/

https://ligarj.wordpress.com/2019/08/15/viva-umanita-nova-100-anos-de-contrainformacao-e-liberdade-de-expressao/


Mais informações acerca da lista A-infos-pt