(pt) [Spain] Launch of "La strike de la canadiense" by Ferran Aisa By ANA (ca)

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Domingo, 14 de Abril de 2019 - 07:57:11 CEST


A conquista da jornada laboral das oito horas foi o resultado de uma luta titânica do 
movimento obreiro organizado que, desde os longínquos anos da Primeira Internacional, se 
reivindicava. Neste aspecto reivindicativo se desenvolveu a história da Confederação 
Nacional do Trabalho, desde seus inícios fundacionais em 1910 até o Congresso de Sants de 
1918, quando se organizaram os sindicatos unicos seguindo os passos anarcossindicalistas 
de ação direta, federalismo, solidariedade e apoio mútuo. O ensaio tambem faz um percurso 
pela história da luta das mulheres trabalhadoras para o reconhecimento de condições 
igualitárias com os homens. A conquista das oito horas seguia sendo um marco de todas as 
reivindicações obreiras da Espanha, mas foi na Catalunha onde um conflito de tipo local 
como o da Canadiense se converteu no grande cavalo de batalha dos novos sindicatos unicos 
da CNT. Os obreiros, com uma grande inteligência, souberam desenvolver uma estratégia 
essencial para vencer as perspicácias da patronal e desfazer a repressão governamental. 
Precisamente foi depois desta conhecida greve quando o Governo espanhol, presidido pelo 
conde de Romanones, em 3 de abril de 1919 armava o Real decreto da jornada de oito horas 
ou de quarenta e oito horas de trabalho semanal. A luta obreira foi longa, já que 
enfrentaram uma intransigente patronal que aplicou sua própria "lei", condenou os 
trabalhadores a fome com os lockouts e financiou pistoleiros a soldo.

The Canadian strike

Ferran Aisa

Between Both, Collection Nonfiction, 5. Barcelona 2019

320 pp. Rustic 21 × 14 cm

ISBN 9788416379156

20.00 €

betweenambos.com

anarchist-ana news agency


Mais informações acerca da lista A-infos-pt