(pt) [Argentina] Escracho durante a estreia de "El Camino de Santiago" em Rosario, By A.N.A.

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sábado, 8 de Setembro de 2018 - 12:38:21 CEST


A seguir, panfleto distribuído por companheiros e companheiras de Santiago Maldonado 
durante protesto contra estreia do filme "El Camino de Santiago" na cidade de Rosario, na 
quinta-feira passada, 30 de agosto. ---- PELA MEMÓRIA REBELDE DE SANTIAGO MALDONADO! ---- 
Uma vez mais o progressismo argentino segue achincalhando a memória do companheiro 
Santiago Maldonado. Como fizeram no ano passado, querem reduzi-lo a uma vítima de Macri 
com o único objetivo de somar votos. ---- O Bruxo não foi morto somente por Macri ou um 
policial. O assassinou o Estado argentino, no marco de um novo avanço contra o território 
mapuche, que vem ocorrendo desde o século XIX, governo após governo. Os realizadores deste 
filme pertencem aos que aceitam a máquina estatal, são os mesmos que acusaram de 
infiltrados os companheiros de Santiago, os que nos chamaram para ficarmos em nossas casas 
quando plantaram seu cadáver nas margens do rio Chubut.

Desde o kirchnerismo se atrevem a dizer que Santiago foi o 30.001[desaparecido]. Que os 
avisem de Calfullanca ou de Lucinda Quintupuray, de Daniel Solano, Luciano Arruga... Das 
3000 mulheres desaparecidas pelo tráfico. Das 5.000 crianças assassinadas pelas forças 
estatais desde 1983 até hoje.

Santiago vive em todas as lutas anticapitalistas e antiestatais. Seguiremos reivindicando 
o Bruxo anarquista, sensível, solidário, lutador, encapuzado nas barricadas. Não vamos 
permitir que seja utilizado pelos sócios dos que o assassinaram. Diga o que diga este 
filme não poderão limpar o sangue de suas mãos.

Santiago Maldonado e Rafael Nahuel Presentes!

Solidariedade com o Movimento Mapuche Autônomo de Puel Mapu!

Liberdade para Facundo Jones Huala!

Terrorista é o Estado!

Tradução > Liberto


Mais informações acerca da lista A-infos-pt