(pt) OEA Cronologia das grandes revoltas populares contra o Sistema de Transporte Público-Privado em Manaus: por Pró-Organização Específica Anarquista (OEA)

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018 - 08:22:27 CEST


Cronologia feita pelo compa H.V. ---- Manaus teve pelo menos 4 grandes revoltas populares 
contra o Sistema de Transporte Público-Privado em que podemos ter registro nos últimos 
anos: ---- 1) A primeira foi em 1990, no Bairro São José (Zona Leste), durante o governo 
Arthur Neto (PSB, na época). A manifestação foi contra o sucateamento e a demora dos 
ônibus, problemas herdados do governo anterior, do prefeito Manoel Ribeiro, afastado em 
junho de 1989 por intervenção do governador Amazonino Mendes, que nomeou Alfredo 
Nascimento para administrar Manaus até dezembro de 1988. No total, 9 veículos (7 ônibus e 
2 caçambas) foram incendiados/destruídos, diversas paradas de ônibus depredadas, sem 
registro de detidos. Depois da revolta, o prefeito Arthur determinou a renovação da frota 
de ônibus. ---- Registro: ---- https://www.youtube.com/watch?v=DdoqBHnvDM8

2) A segunda foi em junho de 2013, no Bairro da Compensa (Zona Oeste), durante o início da 
segunda gestão do governo Arthur Neto (PSDB). O protesto começou no Centro, contra o 
aumento da passagem de ônibus em Manaus, e teve a participação de mais de 100 mil pessoas. 
A manifestação se dividiu entre as Avenidas Constantino Nery e Pedro Teixeira e parte dos 
manifestantes rumaram para o Bairro da Compensa, onde centenas de populares do bairro 
aderiram ao protesto. Os manifestantes queimaram 1 ônibus, 1 caminhonete, bloquearam vias 
públicas e houve forte confronto com a Polícia de Choque da PM, com 2 policiais 
machucados; bombas caseiras foram jogadas na Prefeitura de Manaus. A passagem não aumentou.

Registros:

https://www.youtube.com/watch?v=oKXKHR6c8Gw

https://www.youtube.com/watch?v=oxWPVO3u2OY

https://www.youtube.com/watch?v=DivMk33LFzg

https://www.youtube.com/watch?v=5uZME2xbHRs

3) A terceira aconteceu em julho de 2013, no Bairro São José (Zona Leste), próximo ao T5, 
durante paralisação de trabalhadores da empresa Global Green Transportes pelo não 
recolhimento de FGTS e INSS, dentre outras reivindicações, no início da segunda gestão do 
prefeito Arthur Neto (PSDB). No total, cerca de 30 ônibus depredados (1 deles também 
queimado) e 15 pessoas detidas. A Prefeitura fez acordo com os empresários para 
atendimento das reivindicações dos trabalhadores.

Registros:

https://www.youtube.com/watch?v=Pp4QYLjEZH0

https://www.youtube.com/watch?v=viKqs_4I27k

4) A quarta ocorreu recentemente, em junho de 2018, no Bairro Jorge Teixeira (Zona Leste), 
ao lado do Bairro Amazonino Mendes / "Mutirão" (Zona Norte), durante a terceira gestão do 
governo Arthur Neto (PSDB). Durante a greve, que já durava 7 dias, os rodoviários 
paralisaram 100% da frota de ônibus de Manaus. Alguns ônibus foram estacionados nas vias 
do Terminal 4 (T4). O povo, enfurecido, começou a apedrejar os veículos, a manifestação se 
estendeu para a Rotatória do Produtor, nas proximidades do T4 e vias foram bloqueadas. 
Resultado: mais de 60 ônibus depredados, 3 incendiados, cerca de 10 pessoas detidas. 
Diversos populares feridos e 1 policial. A greve acabou, os sindicatos (dos trabalhadores 
e dos empresários) entraram em acordo.

Registros:

https://www.youtube.com/watch?v=xTapiyOy-cM

https://www.youtube.com/watch?v=h2FppLdbO8Q

https://anarquismoam.wordpress.com/2018/06/08/cronologia-das-grandes-revoltas-populares-contra-o-sistema-de-transporte-publico-privado-em-manaus/


Mais informações acerca da lista A-infos-pt