(pt) ligarj: Apoio e solidariedade a greve d s caminhoneir s no Brasil por Iniciativa Federalista Anarquista (IFA-Brasil)

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Domingo, 3 de Junho de 2018 - 09:19:53 CEST


A questão social não é uma questão policial. ---- O Lucro capitalista é internacionalista 
e não respeita as condições sociais, culturais e econômicas de qualquer que seja o povo e 
sua população. Ao empresário e banqueiro, industrial ou comerciante primeiro o seu lucro 
mesmo que isto custe a vida humana de um ou de milhares. ---- A greve dos caminhoneiros de 
caráter geral e com consequências diretas no abastecimento de alimento e de combustíveis é 
também um grito de socorro à população brasileira contra a exploração que estes 
trabalhadores vem sofrendo. ---- Caminhoneiras(os) trabalham entorno de 16horas/dia para 
poder garantir sua sobrevivência e de seus familiares. Diesel alto, pedágios espalhados 
por rodovias privatizadas, impostos embutidos em combustíveis obrigam estes trabalharem 
apenas para sobreviverem.

O sucateamento e desmonte que vem sendo realizado da empresa Petrobras com privatização de 
parte de seus serviços e produção, aliado a uma política de aumentos de preços sucessivos, 
torna tudo mais caro e é o trabalhador penalizado: os fretes ficam mais caros, os 
alimentos ficam mais caros, sua passagem de ônibus fica mais cara, os medicamentos ficam 
mais caros pois o abastecimento de produtos e serviços depende diretamente das 
trabalhadoras e trabalhadores caminhoneiras do Brasil, e mesmo dos países da América do Sul.

Estão no Congresso Nacional Brasileiro projetos de privatização da Eletrobras e Correios 
que, notem o absurdo, conta com o interesse de empresas estatais europeias. A privatização 
já tem seus alvos no petróleo RNEST (Pernambuco), a RLAM (Bahia) e mais cinco terminais, 
enquanto o outro bloco inclui a REFAP (Rio Grande do Sul), REPAR (Paraná) e mais sete 
terminais, o equivalente a 37% da capacidade de refino do país. Países como França, EUA, 
Portugal, Inglaterra, Espanha e outros que não têm petróleo ou a produção é insuficiente 
pressionam pela privatização total da Petrobras ter acesso ao Pré-sal e manter sua 
política de exploração que vem em curso desde quando invadiram e conquistaram nossos povos 
e terras na América Latina há 518 anos.

Os patrões terão algum lucro com a conquista das reivindicações das trabalhadoras e 
trabalhadores caminhoneiros? Sim. Pois baixando o preço do óleo diesel este gastaram 
menos. Mas, ganharemos mais todos as trabalhadoras e trabalhadores do Brasil com a redução 
do óleo diesel ao baixar os preços de serviços e produtos.

Denunciamos para trabalhadoras e trabalhadores de todo o mundo que o Governo do PMDB de 
Michel Temer proibiu a manifestação e legítima greve das caminhoneiras e caminhoneiros no 
Brasil. Decretou a lei de Segurança Nacional e convocou as tropas de forças militares do 
Brasil para acabar com o movimento grevista suspendendo direitos sindicais e humanos pela 
força e pelo autoritarismo. Denunciamos os meios de comunicação de grandes empresas 
jornalísticas de apoio ao uso da força e o autoritarismo do Governo e Estado Brasileiros.

A Iniciativa Federalista Anarquista no Brasil apoia a luta das trabalhadoras e 
trabalhadores caminhoneiros no Brasil e chama toda a gente para greve solidária e para 
lutar pela redução do preço do gás de cozinha, dos medicamentos, dos alimentos, passagens 
de ônibus, barcas, metros, trens e da eletricidade.

Retirem as tropas militares das ruas e estradas.

Pelo direito de organização e luta das trabalhadoras e dos trabalhadores.

Pelo fim da carestia.

http://anarkio.net/

https://ligarj.wordpress.com/2018/05/27/apoio-e-solidariedade-a-greve-ds-caminhoneirs-no-brasil-apoyo-y-solidaridad-a-huelga-de-camioners-en-brasil/


Mais informações acerca da lista A-infos-pt