(pt) [Argentina] Mural pintado por Santiago Maldonado será colocado na Faculdade de Bellas Artes de La Plata By A.N.A. (en)

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quarta-Feira, 18 de Julho de 2018 - 09:29:44 CEST


Comunicado de imprensa: ---- Ao completar um ano de seu desaparecimento forçado seguido de 
morte ---- Santiago volta a Bellas Artes ---- O Comitê de Solidariedade Santiago Maldonado 
realizará a colocação do último mural pintado por Santiago em La Plata. Será colocado no 
pátio da Faculdade de Bellas Artes, diagonal 78 Nº 680. ---- Na sexta-feira 3 de agosto às 
17 horas, junto a seus familiares e amigos, organismos de direitos humanos e organizações 
sociais apresentaremos o mural que ele pintou na Biblioteca Anarquista Guliay Polié da 
cidade de La Plata. ---- Santiago Maldonado, o Lechuga, foi desaparecido pelo Estado 
argentino em 1° de agosto de 2017, após uma brutal repressão da gendarmeria[polícia 
nacional]ao interior do Pu Lof em Resistência Cushamen (Chubut). O operativo repressivo do 
governo Macri esteve a cargo da Ministra de Segurança Patricia Bullrich e de seu Chefe de 
Gabinete Pablo Noceti. Depois de 79 dias Santiago foi encontrado morto.

O Lechuga, foi um companheiro militante anarquista, comprometido com a transformação 
social, que manifestou solidariedade organizada com as lutas populares. Santiago, tinha 28 
anos e era do povoado de 25 de Maio. Desde pequeno teve muita curiosidade pela arte, e por 
estas inquietudes, quando completou 18 anos, se mudou a La Plata para estudar Artes 
Plásticas na Faculdade de Bellas Artes da UNLP, e incursionou no desenho, na ilustração, 
na pintura e na tatuagem. Ademais, desenvolveu uma grande atividade artística e militante, 
deixando suas marcas plasmadas em distintos lugares.

Participou ativamente na Biblioteca Anarquista Guliay Polié, onde militou e fez práxis das 
ideias do campo libertário, nas quais acreditava e pelas quais terminou dando sua vida. 
Ali, em uma das paredes deixou um de seus murais.

A Biblioteca estava localizada na histórica casa da família de Rodolfo González Pacheco 
(dramaturgo anarquista, colaborador do diário La Protesta, e fundador do periódico La 
Antorcha). Após 10 anos de atividade foi fechada em 2017 para sua demolição. Por isso 
desde o Comitê decidimos que este mural devia ser preservado e coletivizado como parte da 
recuperação da memória e da luta do companheiro.

Os esperamos na sexta-feira, 3 de agosto, no auditório da Faculdade de Bellas Artes para 
acompanhar os familiares de Maldonado e conhecer a arte de Santiago.

Contatos de imprensa:

María Isabel Prigione Greco: 11 65442102 - HIJOS LA PLATA

Marcio Mancini: 221 5221455- Sociedad de Resistencia La Plata

Oscar Yohma: 221 6192957- Casa de DDHH Hermanos Zaragoza

FB: HIJOS La Plata

Tradução > Sol de Abril


Mais informações acerca da lista A-infos-pt