(pt) O preso anarquista russo Dmitry Buchenkov recebeu asilo político na Lituânia By A.N.A.

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sexta-Feira, 6 de Julho de 2018 - 06:57:52 CEST


em 25 de junho de 2018 na Lituânia, segundo confirmou seu irmão. ---- O professor 
associado de ciências políticas de 38 anos foi acusado de participar em distúrbios e 
agredir a seis policiais no protesto na véspera da cerimônia solene da tomada de posse do 
presidente Vladimir Putin, em maio de 2012. A manifestação fez parte de uma série de 
grandes protestos da oposição desencadeados principalmente pela raiva ante a evidência de 
fraude eleitoral e a consternação com a decisão de Putin de regressar à presidência depois 
de um período de quatro anos como primeiro-ministro. Mais de 30 pessoas relacionadas com 
os protestos foram processadas, e mais de 20 foram sentenciadas à prisão ou cumpriram pena 
em prisão preventiva. Um dos manifestantes foi internado em um hospital psiquiátrico.

Buchenkov afirma que não participou do protesto, já que nesse dia, 6 de maio de 2012, 
estava na companhia de seus pais em Nizhny Novgorod: a uns 400 quilômetros de Moscou. Isso 
foi confirmado pelo sistema de monitoramento de estradas, que registrou o automóvel de 
Buchenkov viajando para Nizhny Novgorod em 5 de maio: um dia antes do protesto, e logo 
regressando a Moscou em 8 de maio: dois dias depois do protesto. No entanto, o tribunal 
decidiu ignorar esta evidência e aprovou uma ordem de prisão.

Dmitry foi detido em 2 de dezembro de 2015 e no dia seguinte foi enviado para a prisão 
"Vodnik" SIZO-5 de Moscou, onde permaneceu durante 15 meses. Enquanto esteve sob custódia, 
Dmitry Buchenkov foi submetido a um regime especial: uma câmera foi instalada em sua cela, 
lhe negaram as visitas de amigos e familiares, assim como a comunicação com outros presos. 
Durante a sua prisão, só lhe permitiram fazer duas chamadas telefônicas.

Em março de 2017, ele foi transferido para prisão domiciliar, da qual fugiu em novembro de 
2017. Isto foi possível porque não estava controlado com uma pulseira eletrônica de 
monitoramento devido à falta de recursos. Mais tarde, o tribunal distrital pediu a prisão 
"in absentia" de Buchenkov.

Pouco depois de sua fuga, Dmitry Buchenkov confirmou que havia solicitado asilo em um dos 
países da União Europeia, mas não revelou qual. Agora confirma-se que na segunda-feira 
passada a Lituânia lhe concedeu asilo.

Em novembro de 2017, o Tribunal Europeu de Direitos Humanos determinou que as autoridades 
russas violaram o Artigo 5, Parte 3 e 4 do Convênio para a Proteção dos Direitos Humanos e 
Liberdades Fundamentais em relação a Buchenkov, garantindo um julgamento dentro de um 
prazo razoável e sem demora a consideração do tribunal sobre a legalidade de sua detenção. 
Ele recebeu 2.600 euros em compensação.

ZB

Fonte: 
https://freedomnews.org.uk/russian-anarchist-political-prisoner-receives-political-asylum-in-lithuania/

Tradução > Sol de Abril

agência de notícias anarquistas-ana


Mais informações acerca da lista A-infos-pt