(pt) Goiás, federacao autonoma FAT: NOVO SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA É ASSUMIDAMENTE FASCISTA E FOI DELATOR NA DITADURA MILITAR!

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sábado, 3 de Fevereiro de 2018 - 07:34:48 CET


Irapuan Costa Júnior, confirmado como o novo Secretário de Segurança Pública de Goiás, não 
só foi governador biônico do Estado, mas aparece nos anais da História como adorador de 
Hitler e cagueta da ditadura. ---- No artigo de Maria Helena Moreira Alves, intitulado "A 
Doutrina de Segurança Nacional e Desenvolvimento", a pesquisadora afirma que muitos 
informantes da ditadura denunciavam pessoas para a repressão para depois assumir o cargo 
delas. E diz: ---- "Foi o caso, por exemplo, no Estado de Goiás, onde o Governador Mauro 
Borges, ele próprio coronel, foi cassado e teve seus direitos políticos suspensos por dez 
anos por acusações de infiltração comunista feitas por Irapuan Costa Junior, então 
professor, mas que logo se tornaria governador do mesmo Estado. Como tais acusação não 
precisavam submeter-se - especialmente no caso de uma cassação - ao teste da comprovação 
em tribunal e à decisão de um júri neutro, tornou-se freqüente este tipo de luta local 
pelo poder. (ALVES, 1984: 57).

(ALVES, Maria Helena Moreira. A Doutrina de Segurança Nacional e Desenvolvimento. In: 
Estado e oposição no Brasil: 1964-1984. Petrópolis: Vozes, 1984. p. 33-51.).

Eduardo Julich Leite de Oliveira em sua dissertação de mestrado ao programa de 
pós-graduação em Sociologia da UFG, orientada pelo Dr. Francisco Rabello, digitou um 
trecho de entrevista da Revista Veja com Iris Rezende em 1982, trecho publicado no Diário 
da Manhã, onde aparece a seguinte questão:

"VEJA - Hoje, como o senhor se sente, no PMDB, em companhia de políticos que vão do ex 
governador Irapuan Costa Júnior, tido como um admirador de Adolf Hitler, aos esquerdistas 
dos mais variados matizes?

REZENDE - Não queremos uma democracia apenas para os que foram perseguidos pelo arbítrio. 
Por isso todas as forças devem unir-se numa frente. Aí, a preocupação maior pode ser a de 
demonstrar a capacidade de resistência da oposição aos casuísmos do Palácio do Planalto. 
(Transcrição do Diário da Manhã, 02 de mar. de 1982, p. 7)".

https://pos-sociologia.cienciassociais.ufg.br/up/109/o/Eduardo%20Julich.pdf

O mais interessante, porém é o trecho que colocamos em anexo, retirado do Jornal do 
Brasil, do dia 28 de setembro de 1995, na época em que foram abertos os arquivos do 
DOPS-Goiás, em que se afirma que Irapuan era "apontado como delator nos arquivos do DOPS".

https://federacaoautonoma.wordpress.com/2018/01/28/novo-secretario-de-seguranca-publica-e-assumidamente-fascista-e-foi-delator-na-ditadura-militar/


Mais informações acerca da lista A-infos-pt