(pt) Iniciativa Libertária - Pordenone: [Itália] As agressões fascistas, respondemos com a luta By A.N.A.

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Terça-Feira, 4 de Dezembro de 2018 - 07:14:43 CET


Ontem, 24 de novembro, no final da marcha pelo Dia Mundial Contra a Violência de Gênero 
promovido pela Coordenação Transfeminista de Udine, alguns companheiros foram atacados por 
fascistas, provavelmente pertencentes a Casapound[partido fascista], com as práticas 
habituais que os distingue. ---- O ataque ocorreu no centro da cidade, na avenida que leva 
da prefeitura até a estação de trem, onde algumas horas antes havia uma concentração 
organizada por uma lista cívica com a colaboração de fascistas da Casapound. ---- Os 
fascistas identificaram que os participantes do evento antissexista foram se afastando, e 
então começaram a provocar e intimidar seguindo-os ao longo da avenida, realizando a 
saudação romana e também provocações verbais e, uma vez que chegaram a um ângulo da 
avenida pouco frequentado, camuflando o rosto com lenços e capuzes, atacaram fisicamente 
dois companheiros com empurrões, puxões e usando uma hasta para acertá-los no rosto.

Felizmente, os companheiros, unidos e determinados em autodefesa, conseguiram expulsar os 
agressores sem apresentar ferimentos graves. Grave é o fato de que os neofascistas se 
sentem legitimados em patrulhar uma área da cidade e formar esquadrões de ação com a 
aprovação da administração municipal, onde um membro da direita cívica tinha-os convidado 
a participar na manifestação racista e sexista organizada para expor o ódio habitual 
contra imigrantes, explorando sem reserva algumas jovens vítimas de violência de gênero.

A nossa solidariedade acompanha os companheiros agredidos e todas as 400 pessoas que ontem 
marcharam pelas ruas de Udine, porque um ataque deste molde poderia acontecer a qualquer 
um, ataques fascistas como este são contra os valores, princípios e práticas: ontem eles 
não só atacaram as pessoas, eles também atacaram a ideia de igualdade e liberdade que a 
manifestação queria transmitir, iludindo-se de que com sua violência as pessoas parassem 
de rejeitar o sexismo, a violência de gênero, e o fascismo.

Reivindicamos o fato de que as ruas seguras não se fazem com câmeras, polícia ou supostos 
"vigilantes" urbanos, mas com nós que as cruzamos.

Reivindicamos nosso compromisso diário com o antifascismo em todas as cidades e bairros, 
onde a coabitação entre Casapound e os diversos municípios vem ocorrendo há anos e onde 
muitas agressões fascistas já ocorreram.

Reivindicamos a necessidade de nos autodeterminarmos através de práticas libertárias, 
porque somente assim as ruas estarão seguras.

Iniciativa Libertária - Pordenone

Tradução > Liberto

agência de notícias anarquistas-ana


Mais informações acerca da lista A-infos-pt