(pt) Federação Anarquista Gaúcha - FAG: UMA CAMPANHA POR DEMOCRACIA DIRETA

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sexta-Feira, 24 de Agosto de 2018 - 09:16:34 CEST


Estamos em período eleitoral. Os partidos políticos, à esquerda e à direita, apresentam 
suas candidaturas e suas propostas ao povo. Alguns prometem governo popular e dizem que 
irão defender direitos, no marco da democracia representativa dos ricos. Outros falam de 
soluções autoritárias, de mais repressão e polícia, como se o maior problema do nosso povo 
fosse a criminalidade e a falta de segurança. ---- Nós da Federação Anarquista Gaúcha não 
escolhemos entre as opções disponíveis. Votamos nulo como reação de protesto, mas isso não 
basta. Nossa militância toma essa atitude por uma questão de princípio. Acreditamos que 
fazer política não tem a ver exclusivamente com eleger um candidato. Pelo contrário. Quem 
de fato elege os candidatos são os de cima, os ricos e não o povo. A democracia deles é 
uma farsa e, portanto, sua estrutura e institucionalidade está fadada a reproduzir 
dominação, mesmo que sob verniz popular. O que não significa que ficamos alheios aos 
resultados das eleições ou que achamos que tanto fez como tanto faz. Não somos 
principistas e puristas em matéria de política.

Temos uma política própria, um olhar estratégico distinto, um projeto a construir que foge 
totalmente dos cálculos eleitorais e do que é "possível" no curto prazo. Somos partidários 
da máxima 'os meios condicionam os fins' e fiéis ao aprendizado histórico das experiências 
revolucionárias do nosso povo que indicam a impossibilidade de termos êxito sentando com o 
traseiro no parlamento ou no palácio. Ampliar o horizonte de possibilidade em matéria de 
política, de organização popular, de projeto de intenção revolucionária, passa 
necessariamente por rechaçar a armadilha da participação nas eleições, seja ela com a 
desculpa da tática ou da estratégia.

É por isso que nessas eleições, falaremos de DEMOCRACIA DIRETA. Nas ruas, nos muros e na 
internet, falaremos sobre a necessidade de ampliar, em tamanho e de alcance, as 
experiências de democracia direta e de luta popular existente no nosso cotidiano e na 
história e falaremos em construir novos acontecimentos, para de fato construirmos uma 
alternativa duradoura que fuja dos limites entre democracia representativa dos ricos e 
solução autoritária.

Nossa campanha falará da necessidade que temos nós povo em decidir sobre as nossas 
urgências, sobre aquilo que de fato incide sobre nossas vidas e não sobre eleger um 
intermediário profissional (político) que decidirá em nosso nome. Nossa campanha é por 
DEMOCRACIA DIRETA!

Os adversários dirão:" isso é principismo, é fugir do que realmente importa, do 
central..." De maneira alguma. Isso é apresentar um contraponto, é discutir sobre 
política, sobre a necessidade de cada um e cada uma assumir as responsabilidades que lhe 
cabem na transformação da sociedade e na construção de uma vida mais justa. É confiar na 
capacidade de organização do nosso povo e de que não há saída fora da luta popular. É não 
rebaixar o nosso horizonte jogando com as regras deles.

Identificou-se com a campanha? Ajude-nos a divulgá-la!

#democraciadiretapopular

Federação Anarquista Gaúcha


Mais informações acerca da lista A-infos-pt