(pt) Em agosto, lançamento e pré-venda: "Anarquismo Anticolonial" por Coletivo Editorial Adandé,By A.N.A.

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quarta-Feira, 1 de Agosto de 2018 - 07:02:15 CEST


Em agosto estará disponível para venda o livro "Anarquismo Anticolonial", uma coletânea em 
formato de bolso (11x15cm, 86p.) reunindo três textos que se relacionam e apontam para uma 
conclusão fundamental, a urgência do diálogo entre programas que se complementam, o 
anarquismo e anticolonialismo. ---- Nessa primeira publicação como selo e editora 
apresentamos um texto inédito em português, "Anarquismo anticolonial ou anticolonialismo 
anarquista: diálogos entre Bakunin e Fanon", de Ryan A. Knight, que pontua de forma 
introdutória semelhanças e confluências nas construções teóricas e programáticas de dois 
gigantes revolucionários, Mikhail Bakunin e Frantz Fanon, discutindo elementos como a 
violência revolucionária, o papel do campesinato e da burguesia nos processos revolucionários.

O segundo texto, fundamental para quem se interessa pelo tema, "Nacionalismo e 
internacionalismo na teoria e política anticolonial e pós-colonial", de Andrey F. 
Cordeiro, aprofunda criticamente o debate acerca das propostas e formulações das teorias 
pós-coloniais/descoloniais, e discute a partir da ideia de colonialidade, da teoria do 
imperialismo, das diversas interpretações do processo revolucionário e do conceito de 
segmentaridade, as correspondências entre o internacionalismo, a teoria anarquista da 
revolução integral e o anticolonialismo.

Por fim, partindo da premissa de sempre relacionar teoria e prática revolucionárias, 
apresentamos o texto "A luta do povo negro e a emancipação da classe trabalhadora", da 
Federação de Organizações Sindicalistas Revolucionárias do Brasil (FOB), com apontamentos 
sobre o programa do sindicalismo revolucionário para a luta do povo negro no Brasil, 
entendendo a escravidão, o genocídio e o racismo como pilares que estruturam o capitalismo 
e a dominação burguesa, e que é necessário combater tanto as concepções eurocêntricas que 
negligenciam a importância da maioria negra na luta de classes, quanto as posições 
"pós-modernas" ou "culturalistas" que eliminam da questão racial o antagonismo de classes.

Este é o primeiro livro de uma série de títulos autorais ou inéditos em português que 
pretendemos lançar, sempre com preços acessíveis e qualidade editorial para colaborar com 
a formação de lutadores e lutadoras, com a propaganda da teoria revolucionária e as 
ferramentas necessárias à análise da realidade. Nos próximos dias, além do lançamento, 
promoção de pré-venda e pacotes especiais, faremos também o sorteio virtual de alguns 
exemplares.

Facebook: editorialadande

>> O Coletivo Editorial Adandé, que significa "fúria" ou "alguma fúria" em yorubá, é um 
esforço coordenado de militantes de organizações de base combativas e autônomas de 
diversas partes do país. Um projeto editorial militante que tem como objetivo produzir 
livros e brochuras a partir de uma linha editorial libertária, revolucionária, 
anticolonial e classista, que possam colaborar na formação militante de lutadores e 
lutadoras, auxiliar no trabalho de propaganda da teoria revolucionária e servir as lutas 
do povo da cidade e do campo, das/os trabalhadoras/es, do povo negro, dos povos 
originários, das mulheres do povo e das/os LGBTs, contribuindo para a retomada da tradição 
de uma política popular revolucionária, da organização comunitária e autogestionária e do 
sindicalismo revolucionário contra a precarização da vida e em defesa da terra, do 
trabalho, da justiça, do socialismo e da liberdade para nosso povo.

agência de notícias anarquistas-ana


Mais informações acerca da lista A-infos-pt