(pt) Coletivo Anarquista Bandeira Negra CABN [CAB]: Joinville | IV Sarau 1º de Maio

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sexta-Feira, 27 de Abril de 2018 - 09:00:21 CEST


O 1º de maio é um dia de memórias, reflexões, raivas, rebeldias, confraternização e 
esperanças da classe oprimida. É uma data em que a classe trabalhadora da cidade e do 
campo tem o direito de afirmar sua identidade, data de um povo em luta contra as 
violências que os de cima promovem cotidianamente. ---- Estamos completando 50 anos de 
1968. Nesta data, no Brasil, a morte do estudante Edson Luis pela polícia militar faz 
estourar mobilizações massivas contra a ditadura. No México, a classe dominante mata 
centenas de militantes que protestavam, no Massacre de Tlatelolco. Nos EUA, a morte de 
Martin Luther King e o fortalecimento do Partido dos Panteras Negras leva milhões às ruas 
contra o racismo e a violência policial. Na França, greves gerais massivas se aliam às 
ocupações de escolas e universidades em diferentes cidades. As greves e barricadas se 
espalham pelo país como um levante de intenção revolucionária e entram para a história 
novos métodos e horizontes para os povos em todo o mundo.

Em 2018 somos tomados por lembranças, histórias e projetos que muitas vezes os grandes 
meios de comunicação, as instituições e vozes oficiais da classe dominante insistem em 
esconder. É nesse tema que o IV Sarau 1º de Maio será realizado, para constituir os fios 
de memórias das lutas populares que ligam 1968 a 2018, ano em que nos inserimos junto a 
importantes lutas contra as classes dominantes, a ameaça autoritária e a farsa eleitoral.

É por este caminho que o Coletivo Anarquista Bandeira Negra (CABN), integrante da 
Coordenação Anarquista Brasileira (CAB), convida todas as irmãs e irmãos, companheiros e 
companheiras de classe, para somar a quarta edição do Sarau 1º de Maio. A programação 
conta com poesias, músicas, contação de histórias, exposições, dança, teatro e futebol. 
Além disso, como em todas as edições do Sarau 1º de Maio, realizaremos a partilha de 
comidas e bebidas. Por isso, pedimos para quem puder, trazer um alimento ou bebida para o 
evento e, assim, organizarmos coletivamente este momento.

É a primeira vez que realizamos a atividade no mesmo ambiente comunitário e popular que 
recebeu outra edição do Sarau. Uma das razões é a acolhida da Associação de Moradores e 
Amigos do Bairro Itinga (Amorabi) e de todos e todas que constroem este espaço. Outra 
razão é o enorme aprendizado com os trabalhos realizados aqui, com muita organização, 
luta, amor e rebeldia.

Sejamos realistas, exijamos o impossível! Temos quase nada, podemos ter tudo!

Cinquenta anos de lutas e sonhos! 2018 de resistência, amor e rebeldia!

Edson Luís vive! Eduardo Torres vive! Marielle Franco vive! Todos os trabalhadores mortos 
pelo capital vivem!

Só a luta muda a vida! Viva o 1º de Maio!

https://www.cabn.libertar.org/joinville-iv-sarau-1o-de-maio/


Mais informações acerca da lista A-infos-pt