(pt) France, Alternative Libertaire AL #282 - Brasil: Marielle Franco, Presente! (en, fr, it) [traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quarta-Feira, 18 de Abril de 2018 - 09:17:50 CEST


Na noite de 14 de março, Marielle Franco foi brutalmente executada por balas, no final de 
um debate com outras mulheres negras, no bairro da Lapa, no Rio de Janeiro. Anderson Pedro 
Gomes, o motorista do carro onde ela estava, também foi assassinado. ---- Marielle Franco 
era uma ativista feminista, negra e lésbica, nascida na favela da Maré, particularmente 
comprometida contra o racismo, a repressão e a violência policial. Durante anos ela lutou 
contra os abusos da Polícia Militar do Estado do Rio. Vereadora municipal do Partido do 
Socialismo e Liberdade (PSOL, esquerda radical), ela recentemente tornou-se relatora da 
comissão para investigar a intervenção militar federal decretada pelo governo de Michel 
Temer para "  garantir a segurança  " no Estado do Rio . Quatro dias antes de sua morte, 
Marielle denunciou a ação violenta da 41 th Batalhão da Polícia Militar na favela de 
Acari, onde a polícia aterrorizou os moradores e habitantes, penetrando com a violência 
nos lares e jogando jovens em um poço cheio de lixo.

Dizimar os negros
Para os nossos camaradas da Coordenação Anarquista Brasileira (CAB), os assassinatos " 
representam uma ação orquestrada por um Estado terrorista[...]que não usa máscaras para 
dizimar os negros e para enviar uma mensagem a todos aqueles e todos aqueles que contra o 
massacre nos subúrbios. A morte do companheiro de intervenção militar Federal completo não 
é uma coincidência ou um erro na política de segurança pública do Estado do Rio.

O avanço da repressão, por meio dessa medida, é o que autoriza esse novo e profundo 
estágio no terrorismo de Estado. Esta é uma ação claramente construída: nove tiros contra 
o veículo, um caso óbvio de execução sumária do lutador de um povo. O estado, o 
capitalismo brasileiro e suas instituições continuam a funcionar, com seu perfil histórico 
de manutenção de desigualdades estruturais e perpetuação direta ou indireta da barbárie. 
Neste momento de dor, tristeza e ódio, cabe a nós levar toda a nossa solidariedade às 
famílias de Marielle e Anderson, aos companheiros do PSOL e a todos os que lutam 
diariamente.[...]

Estado terrorista ! Para o fim da intervenção militar federal ! Para a memória, verdade e 
justiça ! Marielle Franco, com a gente !  "

Comunicado de imprensa do CAB de 19 de março de 2018

http://www.alternativelibertaire.org/?Bresil-Marielle-Franco-Presente


Mais informações acerca da lista A-infos-pt