(pt) France, Alternative Libertaire AL - política, Pare a divisão: um está se recuperando, e ele começa a partir da frente (en, it, fr) [traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sexta-Feira, 20 de Maio de 2016 - 10:04:50 CEST


Em Paris, Marselha e Lille, os protestos têm sido palco de confrontos entre o SO da CGT e 
parte da manifestant.es É urgente que o movimento vem relutantemente à repressão do 
governo e da polícia. ---- Os protestos contra a lei de 12 de Maio "trabalho" era o lugar 
de confrontos internos em várias cidades, incluindo Paris, Marselha e Lille. Os fatos, de 
cidade em cidade, respondem a diferentes lógicas e não Libertaire Alternativa não tem de 
arbitrar sobre as responsabilidades de cada um. ---- Uma coisa é certa: o confronto entre 
os serviços de união de ordem e aqueles que estão désigné.es pela mídia burguesa como 
"bandidos" é deplorável. E, para além das consequências físicas que pode ter sobre as 
pessoas. Até agora, de fato, o movimento foi relativamente soldado enfrentando uma 
repressão policial brutal e indiscriminada, e recusou-se distinguir bon.nes e mauvais.es 
manifestant.es.

O governo foi legitimamente preocupados que o movimento social para retomar o touro pelos 
chifres, raiva visto sobre o 49.3. Para ele, essa discórdia entre manifestant.es é um 
excelente negócio.

Papel da comunicação da polícia

Devemos enfatizar como, em Paris, os serviços da sede da polícia têm incentivado os 
confrontos na publicação, um dia antes do protesto, uma declaração sugerindo colaboração 
activa dos principais sindicatos com a polícia. Uma declaração falsa, o que enfureceu 
tanto a CGT que à Solidariedade .

O problema é que muitas pessoas estão dispostas a tomar as alegações da polícia no valor 
nominal. Tanto na direção de uma organização sindical que os pânicos prefeitura por 
deslizando-os como "anarquistas bandidos incontroláveis" vai atacar o caso em que o lado 
da manifestant.es que, com base na declaração da prefeitura, estão prontos para acreditar 
que os sindicatos tornaram-se auxiliares da polícia!

Daí a hostilidade latente, por vezes, consequências graves, como a 12 de maio

Esta semana promete decisivo. Temos de recuperar, se recusam a lógica da escalada de 
retaliações entre as diferentes sensibilidades do mesmo movimento social. Seria 
irresponsável estas cenas se repetem. Não se engane de inimigos contra o governo, os 
policiais e de gestão, o que será decisivo é continuar a construir as greves e ações da 
próxima semana.

Greves, bloqueios, sabotagem, é assim que vai ganhar contra o projeto e para o mundo que o 
acompanha!

Libertaire Alternativa, 13 de maio de 2016

http://www.alternativelibertaire.org/?Stop-a-la-division-on-se-ressaisit,6899


More information about the A-infos-pt mailing list