(pt) faca: TODA SOLIDARIEDADE AOS PRESOS POLÍTICOS DO MST EM GOIÁS. NÃO A CRIMINALIZAÇÃO DOS MOVIMENTOS SOCIAIS NO BRASIL.

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Domingo, 3 de Julho de 2016 - 14:16:52 CEST


Mais uma vez os movimentos sociais sofrem golpes deferidos pelo Estado por meio de seus 
aparelhos de coerção jurídica. Desde o mês de abril, a justiça expediu mandado de prisão a 
quatro militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Dois desses foram 
presos e enquadrados absurdamente na lei nº 12.8502013 referente à organização criminosa. 
---- As instâncias jurídicas do Estado de Goiás travam perseguição política sistemática as 
lideranças do Acampamento Padre Josimo (GO). Os camponeses Luiz Batista, Natalino de Jesus 
e Diessyka Santana são vítimas dessa escalada repressiva. Destacamos, também, a prisão do 
geógrafo José Valdir Misnerovicz. Militante com forte reconhecimento na sua luta em defesa 
da reforma agrária. Luiz foi preso no dia 14 de abril ao comparecer em um depoimento e 
Valdir depois de um mandado de busca e apreensão expedido no dia 31 de maio de 2016 a 
pedido do judiciário do Estado de Goiás e executado pela Polícia Militar – PM.

Tal prática do Estado brasileiro vem criminalizando os movimentos sociais, imputando a sua 
militância a marginalidade jurídica e, com isso, perseguindo e trancafiando lutadores e 
lutadoras do povo. Desde as Jornadas de 2013 o processo de repressão se intensifica no 
país. O primeiro foi Rafael Braga que continua preso. Agora, os companheiros de Goiás.

A Lei Anti-terror, assinada pelo governo Dilma do PT e implementada pelo Governo Temer do 
PMDB só coloca fermento no “bolo” preparado pelas forças do fascismo no Brasil. Nós da 
Federação Anarquista Cabana – FACA/Coordenação Anarquista Brasileira – CAB fazemos um 
grande chamado para as organizações populares, estudantis e movimentos sindicais e 
camponeses se posicionarem frontalmente contra a criminalização dos movimentos sociais e 
rodearmos a companheirada encarcerada de solidariedade militante. Constituindo, para isso, 
Comitês pela libertação dos ativistas presos sejam nos locais de trabalho, estudo e moradia.

# Liberdade para Rafael Braga, Luiz Batista e José Valdir Misnerovicz;

# Contra a Criminalização dos Movimentos Sociais;

# Terrorista é o Estado e o Capital!

FACA/CAB, Junho de 2016.
https://faca.noblogs.org/post/2016/06/28/toda-solidariedade-aos-presos-politicos-do-mst-em-goias-nao-a-criminalizacao-dos-movimentos-sociais-no-brasil/


More information about the A-infos-pt mailing list