(pt) France, Alternative Libertaire AL #258 (Feb) - Content + Editorial (en, it, fr) [traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Segunda-Feira, 29 de Fevereiro de 2016 - 14:18:56 CET


Content ---- Editorial: O vento doente ---- Luzes de emergência completos: Estado- ---- 
Antiterrorismo: Vamos resistir ao estado policial ---- Racismo de emergência: O confisco 
que esconde a floresta ---- Notre-Dame-des-Landes: As elevações de temperatura ---- Atos 
de islamofobia: Por outro terrorismo ---- Goodyear: violência legítima ---- Anti-racismo 
---- Polícia: racialização em ação ---- Contenda ---- Mayotte: Explosivo e insurreição 
---- Internacional ---- Oriente Médio: Egito e seu glorioso exército ---- -Direitos 
Frentes: A evidência de discriminação ---- Social ---- A organização da comunidade, 
concretamente ---- Antipatriarcat ---- Dia dos Namorados: uma celebração de esquecer o 
patriarcado ---- Ecologia ---- Biodiversidade: Quando a humanidade está ameaçada ---- José 
Ardillo: "Temos de recriar as condições do atonomie"

Cultura

Livro: Desafios para o século XXI libertário, um anarquista por neófito Philippe Corcuff - 
Éditions Le Monde Libertaire

Teste: O Rompimento Mundial Amin Maalouf - Publicação: A Paperback

Roman: Mantém Pereira de Antonio Tabucchi - Editions: Folio de 1994

Livro: Nascido sob os golpes de Martyn Waites -EDITIONS: Shores
História

110 anos atrás: O desastre de Courrières acendeu a área de mineração
Leia mais

-------------------------------------------------

Editorial: O vento doente

O que é que o mau cheiro que remonta às nossas narinas? Será que já esgotos transbordando? 
Um Parlamento está prestes a votar privação da nacionalidade acompanhado de mais um pacote 
de medidas draconianas.

Extrema-direita como quase toda a Europa. Ordens jornalistas, ataques racistas, união-es 
enviados para a prisão. O inventário pode continuar. A crescente preocupação: Será que a 
extrema-direita será capaz de tomar o poder a médio prazo? Ainda não é tempo, mas os cães 
já estão no negócio e depois de casca, eles mordem.

Estamos atribuído resistência. Mas o desespero não é adequado, porque nós já estamos 
vendo, através do vento doente, ducha de aromas de esperança.

A luta não cessou, longe disso. Por trás da enxurrada de más notícias filtro eco das lutas 
no Curdistão contra os bandidos e bandidos Daech intervenção da polícia turca na Grécia no 
saque dos bancos na França, em empresas onde os assalariados dos combates em a ZAD, em 
atos de solidariedade com os migrantes e os migrantes em toda a Europa.

Sempre que uma greve está a aumentar, uma demonstração, uma reunião onde organizar aqueles 
que se recusam a fatalidade. Todas essas lutas ainda não formam uma força.

Mas chega o momento em que parece insignificante aos olhos dos capitalistas aparecer de 
repente a sua poderosa e perturbadora. Neste momento estamos a trabalhar na sua construção.

Libertaire alternativa em 01 fevereiro de 2016

http://www.alternativelibertaire.org/?Edito-Le-vent-mauvais


More information about the A-infos-pt mailing list